23.8 C
fpolis
sábado, dezembro 4, 2021
cinesytem

Concerto Camerata Florianópolis e Polyphonia Khoros neste sábado no Teatro Pedro Ivo

spot_imgspot_img

Concerto Camerata Florianópolis e Polyphonia Khoros neste sábado no Teatro Pedro Ivo

spot_img

Neste sábado, 29 de outubro, a Camerata Florianópolis e o Polyphonia Khoros se apresentam com formação sinfônica sob regência do maestro Jeferson Della Rocca executando um programa digno de nota: a estreia da Sinfonia Terra, do compositor Alberto Heller, a Tzigane para violino e orquestra de Ravel (com solo de: WaleskaSieczkowska) e o Concerto para violoncelo e orquestra de Elgar (com solo de Anderson Fiorelli).

O Concerto para Violoncelo e Orquestra em Mi menor, Op.85 foi escrito por Elgar em 1919, quando o compositor tinha 62 anos de idade. Tal obra difere-se de suas anteriores devido à melancolia, à densidade e ao caráter introspectivo, que retratam o estado de espírito do compositor no final da Primeira Guerra Mundial. De caráter bem diverso é a Tzigane de Ravel, uma vibrante rapsódia que se utiliza de características da música cigana, exigindo grande virtuosidade por parte do violinista e da orquestra.

A Sinfonia Terra, composta por Heller em 2011, contará, além da orquestra, com a participação do Polyphonia Khoros e solos da soprano Masami Ganev e do barítono Douglas Hahn. O título ‘Terra’ faz referência à questão ambiental, presente nos textos e poemas que a compõe. Longe de utilizá-los de forma pedagógica ou moralista, Heller procura traduzir em sons a experiência de uma ecologia profunda, onda humano e não-humano, matéria e espírito, natureza e cultura se mesclam quase que indistintamente, de tal forma que a sustentabilidade do planeta aparece indissociavelmente ligada à nossa capacidade de entrar em harmonia e equilíbrio com os inúmeros sistemas que compõem o complexo vida. Propositalmente, a obra não é dividida em movimentos, reiterando assim as ideias de indivisão, continuidade e inter-relação entre as partes e o todo. Os poemas utilizados (de Goethe, William Blake, Alphonse de Lamartine, Dante, Issa, Basho, Shiki e Buson) são cantados em seus idiomas originais (alemão, inglês, francês, italiano e japonês). Segundo Heller, foi uma longa busca até encontrar poemas que, sem falar diretamente de questões “ecológicas”, nos levassem ao cerne dessas mesmas questões.

O concerto conta com o patrocínio da WOA Empreendimentos Imobiliários, ENERCAN, CASSOL e apoio do FUNCULTURAL – Governo de Santa Catarina e Lei de Incentivo – Ministério da Cultura.

PROGRAMA

ELGAR: Concerto para Violoncelo e Orquestra em Mi menor, op. 85

Solista: Anderson Fiorelli (violoncelo)

RAVEL: Tzigane

Solista: WaleskaSieczkowska (violino)

HELLER: Sinfonia Terra

Solistas: Massami Ganev (soprano) e Douglas Hahn (barítono)

Serviço:

Apresentação da Camerata Florianópolis

Quando: 29 de outubro

Horário: 21h

Local: Teatro Governador Pedro Ivo – SC 401 – Florianópolis

INGRESSOS – R$20,00(inteira) / R$10,00(meia*)
*meia- estudantes, idosos e professores.

A venda na Camerata Florianópolis (Rua Joe Collaço,708-Santa Mônica)

Teatro Governador Pedro Ivo, TAC e pelo site Blueticket.

spot_img
spot_img