19.4 C
fpolis
terça-feira, dezembro 7, 2021
cinesytem

Festival de judô integra esporte e pesquisa na Unisul

spot_imgspot_img

Festival de judô integra esporte e pesquisa na Unisul

spot_img

O evento reúne atletas da Grande Florianópolis e conta com auxílio dos acadêmicos da universidade

Neste sábado, 26 de novembro, a Unisul campus Grande Florianópolis recebe judocas de 4 a 16 anos para participar do Festival de Judô, organizado pelo coordenador da modalidade professor Júlio César de Araújo em parceria com a OMDA (Organização do Movimento e do Desporto de Alto Rendimento). O evento começa ás 9h, na praça de alimentação da Pedra Branca, iniciando pelas categorias de base, e termina por volta das 18h.

Antonio Carlos, Biguaçu, São José, Palhoça, Guarda do Embaú e Florianópolis confirmaram sua participação no festival. Esse evento esportivo não é considerado competição, pois todos os atletas participantes recebem medalhas como incentivo. “Até os dez anos não será dada a vitória, as crianças vão interagir entre si dentro dos propósitos, princípios e filosofias do judô e a pós a luta não será indicado o vencedor. É um e vento que prioriza a inclusão através da prática desportiva, incentivando a todos” explica o professor Júlio César.

Além de promover a integração dentro do esporte, o evento também oficializa a parceria feita entre a equipe de judô Unisul e a OMDA, que até então trabalhava somente com o paradesporto, formando a equipe Judô OMDA Unisul. “Essa parceria é importante interna e externamente, internamente, pois agrega duas equipes que há mais ou menos oito ou nove anos já representam a universidade, cada um com sua equipe técnica, e que se unindo vão poder somar forças, buscar novos resultados. Externamente é importante pois aumenta a possibilidade de buscar recursos externos como apoiadores e patrocinadores”, ressalta o professor Júlio.
Para o diretor do campus universitário Grande Florianópolis, o trabalho da OMDA não se limita ao apoio ao deficiente físico. “Nossos acadêmicos dos cursos que se relacionam com o esporte também ganham com esta integração do conhecimento. A modalidade judô tem história na universidade e além de contribuir no ensino constatamos o aumento no número de acadêmicos praticantes de alguma modalidade”.

O evento também será proveitoso para os acadêmicos de Educação Física e Fisioterapia da Unisul que estarão presentes para dar suporte e realizar pesquisas. “Os cursos estarão envolvidos no auxilio da organização do evento, no atendimento das crianças que por ventura estiverem algum desconforto e na coleta de dados e pesquisas na elaboração de TCC. Será coletado pico de fluxo respiratório e será realizado um teste de escoliose para verificar como é que está a postura das crianças”, conclui o professor.

spot_img
spot_img