20.4 C
fpolis
quarta-feira, julho 6, 2022
Cinesystem Villa Romana Shopping

A maior FOLIA que já se viu

A maior FOLIA que já se viu

spot_imgspot_img

Uma mega produção cerca o segundo maior evento privado de Santa Catarina, o FOLIAnopolis, que vai agitar a Ilha de Santa Catarina nos dias 20, 21 e 22 de novembro. Além de nomes consagrados do axé a edição de 2008 do evento promete surpreender com uma estrutura renovada e momentos de tirar o fôlego.

Floripa está em clima de contagem regressiva para o maior FOLIAnópolis de todos os tempos. A terceira edição da micareta oficial do Sul do Brasil, vai acontecer nos dias 20, 21 e 22 de novembro na Passarela Nego Quirido, no centro de Florianópolis. Consolidado como um evento de grandes proporções e que exige uma mega produção envolvendo profissionais de diversas áreas de atuação, o FOLIANópolis 2008 vai trazer à Ilha um público recorde de mais de 50 mil foliões nos três dias de evento. A capital catarinense entra, definitivamente, na rota dos maiores eventos do gênero no Brasil e ganha um lugar cativo e de respeito na agenda dos maiores nomes nacionais do axé.

“São muitas as novidades desta edição do FOLIANópolis. Este ano a Organização contratou consultoria especializada com experiência nos maiores festivais e Shows do Brasil, o que resultou em um projeto jamais realizado no local e que promete surpreender a todos em termos de estrutura, conforto e segurança. O Evento volta a acontecer dentro da Passarela do Samba Nego Quirido. E para evitar transtornos no trânsito não será mais necessário interromper a Avenida Gustavo Richard”, explica Eduardo Gutierrez, um dos sócios da Alliance Eventos, empresa promotora do evento.

Esta consultoria citada por Gutierrez será gerida pelo conceituado arquiteto Giusepp Mazzoni Filho, que vai executar o projeto de logística de distribuição do público no FOLIAnópolis 2008 e que já assinou eventos como o festival de Verão de Salvador, a festa de 20 anos do Asa de Águia e a gravação do último DVD ao Vivo da cantora Ivete Sangalo no Maracanã. “Aliando a experiência de Giuseppe a um sistema estudado estrategicamente com centenas de seguranças e uma estrutura dividida em ambientes como camarotes, carro de apoio, pista e arquibancadas devidamente sinalizadas, Florianópolis vai presenciar uma estrutura jamais vista para um evento deste porte”, destaca Doreni Caramori Junior, também sócio da Alliance Eventos.

As opções

Não faltam opções para o folião curtir o FOLIAnópolis 2008. Existem produtos para todos os gostos e bolsos, para quem quer gastar R$ 30 ou R$ 1000, pra quem quer ficar na “muvuca” ou em espaços mais reservados, pra quem quer apenas ver seu artista preferido ou pra quem quer ainda curtir a festa depois que os trios silenciarem. “Segmentamos o evento em produtos para atender todos os tipos de foliões”, explica Michelle Vaz, responsável pelo Marketing da Alliance Eventos.

O “Corredor da Folia” são as três arquibancadas de concreto da Passarela Nego Quirido utilizadas no carnaval oficial de Florianópolis. Esta é a opção mais econômica mas não menos privilegiada. Por apenas R$ 35 (os primeiros lotes- os preços devem variar até a data do evento) é possível comprar o passaporte para os três dias do evento. Ficando atento a um flyer promocional que circula pela cidade, este valor ainda pode ser reduzido para R$ 25. Além da segurança das arquibancadas de concreto, a visão é privilegiada e será possível curtir o vai-e-vem dos trios vendo os artistas até 24 vezes por noite, se levarmos em consideração todas as vezes que o trio cruza o circuito entre as arquibancadas. A estrutura conta ainda com banheiros, praça de alimentação e assistência médica além de seguranças privados e policiais militares.

Os “abadás de pista” são as opções mais tradicionais. As vestimentas típicas das micaretas possibilitam que os foliões corram atrás do trio e sintam toda a energia do percurso. Eles são vendidos em pacotes para as três noites ou, exclusivamente para a noite de abertura. “Mesmo em movimento, quem optar pelo abadá tem uma estrutura que o acompanha em todo o percurso, como um bar móvel e banheiros distribuídos no trajeto em que os trios se movimentam”, destaca Artêmio Júnior, coordenador geral do evento. O espaço destinado aos foliões com abadás de pista conta ainda com praça de alimentação e assistência médica além de seguranças privados e policiais militares.

O “Carro de Apoio” é um verdadeiro oásis dentro do evento. Quem compra o abadá de acesso ao Carro de Apoio tem acesso a todos os espaços do evento e ainda conta com uma estrutura móvel open bar e banheiros exclusivos. O espaço é um dos mais disputados e mais caros também. A contrapartida dos foliões que investem mais de R$ 1.000 pelas três noites do FOLIANópolis é a possibilidade de percorrer todo o trajeto num carro que segue o trio elétrico. “Além disso, cada pessoa que adquirir o abadá do Carro de Apoio pode eleger mais dois foliões da pista para curtir a mordomia e a vista privilegiada”, salienta Gabriela Ouriques, produtora do evento. A estrutura embora móvel tem segurança e assistência médica de emergência de prontidão!

O “Camarote Balada Nova Schin Folia” é o espaço de quem quer badalação mas sem correr atrás do trio. Open bar e vista privilegiada fazem deste espaço uma verdadeira balada dentro da festa. Até porque a festa também continua neste camarote depois que os trios vão embora. Mas o ritmo aqui é eletrônico e top DJs vão agitar os foliões que têm uma outra opção no mesmo espaço. O “Camarote Balada Nova Schin Folia VIP” oferece todas os atrativos já listados mas possibilita ainda o acesso à pista e a variação entre correr atrás do trio e conferir o agito do “Camarote Balada Nova Schin Folia”que promete uma estrutura cinematográfica.

Os “Camarotes Empresariais” são disponibilizados para até 30 pessoas nos espaços abaixo das arquibancadas principais da Passarela Nego Quirido. “Os grupos compram este espaço e fazem suas festas particulares caracterizando como preferirem seus espaços”, destaca Eduardo Gutierrez. Esta é uma opção utilizada geralmente para promover integração, valorização e até as festas de finais de ano entre funcionários de empresas. A estrutura conta ainda com banheiros, praça de alimentação e assistência médica, além de seguranças privados e policiais militares.

O espaço mais democrático do FOLIAnópolis fica por conta do “PNE”, área destinada aos Portadores de Necessidades Especiais, que é totalmente planejada para o conforto destes foliões. Além de cuidados básicos como banheiros adaptados e vista privilegiada, o preço para estes micareteiros e seus acompanhantes também é especial.

As atrações

Os momentos emocionantes do FOLIAnópolis 2007 como o encontro de Saulo, vocalista da Banda Eva, e Tomate, ex-vocalista da banda Rapazzola, que desceram dos trios e juntos cantaram o hit “Não precisa mudar”, devem se repetir. No entanto, o FOLIAnópolis 2008 reserva surpresas. Já estão confirmados Banda Eva e Tomate na abertura da micareta, no dia 20 de novembro; Asa de Águia mais Batom na Cueca para o dia 21 de novembro e o furacão Ivete Sangalo mais Timbalada no dia 22 de novembro.

Cada um destes artistas já traz uma história com a Micareta da Ilha. Saulo, vocalista da Banda Eva, quando voltou a Floripa no início de 2008, para um dos Ensaios do FOLIAnópolis, deixou claro a energia que sente quando canta na Ilha e o quanto ele se identificou com o público daqui durante o FOLIANópolis 2007.

Tomate, o cantor de axé mais elétrico da Bahia, se surpreendeu com o tamanho do carnaval fora de época de Florianópolis e, em sua apresentação em 2007, deixou clara sua surpresa com a receptividade do público dando uma volta extra com o trio e, sendo eleito ao final do evento, como o melhor de todos os shows da última edição do FOLIAnópolis.

Ivete Sangalo parece ter aprendido de vez o caminho de Santa Catarina e não para de fazer shows superlotados o ano todo em todo o estado. Sua apresentação no FOLIAnópolis 2007 teve recorde de público e em todos os momentos a baiana derretia-se de elogios por Florianópolis encantando as 15 mil pessoas que, debaixo de chuva e vento, cantaram horas a fio com a diva baiana.

A irreverência do Asa de Águia parece ser a cara oficial do FOLIAnópolis que tem no vocalista Durval um surfista que se encontra nas ondas da folia da Ilha.

E a banda Batom na Cueca é responsável pelo hino oficial do FOLIANópolis e por um dos momentos mais marcantes do FOLIAnópolis 2007, quando o vocalista Mame desceu do trio, vestiu uma capa de chuva e, na arquibancada, cantou duas músicas com a galera hipnotizada com a energia da banda.

Agora é só aguardar as histórias que serão escritas por artistas e pelo público no FOLIAnópolis 2008, a maior de todas as micaretas já vistas no Sul do Brasil.

O investimento

Embora colocar as mãos para o alto e correr atrás dos trios pareça uma tarefa simples, pra que ela aconteça de forma harmoniosa para as 50 mil pessoas que devem passar pelo FOLIANopolis 2008, uma super produção que movimenta cerca de R$ 3 milhões é planejada e executada com planejamento e parcerias de peso. Nova Schin e TIM fazem parte da comissão de frente de patrocínios do evento que se mostra um bom investimento, já que cresceu 60% em relação à edição anterior.

Ao todo mais de mil profissionais se envolvem no evento que leva pelo terceiro ano consecutivo a assinatura da Alliance Eventos, dos sócios Doreni Caramori Junior, Eduardo Gutierrez e Pedro Freitas. O FOLIANopolis, principal produto da Alliance, vem crescendo a olhos vistos e os 25 mil foliões de 2006 se multiplicaram para 40 mil em 2007 e serão mais de 50 mil nos próximos dias 20, 21 e 22 de novembro. O segredo do sucesso, segundo o trio de jovens empreendedores, passa por pontos cruciais que vão desde o planejamento prévio anual de todas as ações até a vocação natural de Florianópolis ao turismo de eventos. Em 2008 foi registrado 100% de ocupação nos hotéis no centro da cidade, e, além disso, empresários do ramo gastronômico, lojistas e prestadores de serviços como ambulantes, e taxistas, por exemplo, viveram dias de fartura durante os três dias do evento.

spot_img

Leia mais