15.2 C
fpolis
quarta-feira, outubro 20, 2021
cinesytem

Artista plástica catarinense participará da Bienal Internacional de Arte Contemporânea na Argentina

spot_img

Artista plástica catarinense participará da Bienal Internacional de Arte Contemporânea na Argentina

spot_img

A artista plástica catarinense Albertina Prates é um dos nomes brasileiros selecionados para a 2ª Bienal Internacional de Arte Contemporânea da Argentina, que começa no dia 3 de outubro, em Buenos Aires. A artista plástica catarinense mostrará sua obra intitulada “Fauno”, da série “Cheiro De Jardim”.

Usando as técnicas desenho, colagem e pintura sobre tela, a artista retrata a natureza morta com caça representada por um ser meio gente, meio animal em sua primeira infância.

Essa é a sua sexta incursão internacional nos últimos dois anos. Em 2013, suas obras passaram por Belgrado (Sérvia), Budapeste (Hungria), Paris (França), Viena (Áustria) e Dubai (Emirados Árabes Unidos). No Museum Night, de Belgrado, recebeu o prêmio de reconhecimento com a obra “Beemot”, e em Nádor Galéria, Budapeste, com a obra “Casulo”.

A obra “Casulo” participou de exposição itinerante pelo Leste Europeu e foi premiada com medalha de ouro. A obra “O Canto do Sabiá” foi exposta em Dubai e recebeu reconhecimento com medalha de prata. A tela “Cheiro de Jardim I” participou do Salão da Sociedade Brasileira de Belas Artes de Paris, no Museu do Louvre, em dezembro do ano passado, e está catalogada no livro do Salon SNBA.

Sua arte também está sendo conhecida em outros estados brasileiros, nos quais seu talento vem sendo reconhecido igualmente. No ano passado, a obra “Cheiro de Jardim III” recebeu prêmio de reconhecimento no Salão Internacional de Arte – 2013, em Araras (SP). Em 2014, recebeu a medalha de bronze na exposição “Rio International Exhibition”, na Sociedade Brasileira de Belas Artes, Rio de Janeiro (RJ), na qual participou com as obras “Elfos II” e “Mira”. A mostra teve a participação de cerca de 40 artistas de todo país e exterior.

Sobre a artista

Uma memória de infância de Albertina, nascida no dia 24 de agosto de 1954, recupera o início de sua trajetória nas artes plásticas. A pintura intitulada "As Meninas Cahen d’Anvers" do artista impressionista francês Pierre-Auguste Renoir, conhecida também como "Rosa e Azul", era das obras de arte impressas em um calendário na casa de seus pais, em Criciúma (SC).

Sua paixão pelo desenho e pela pintura a levaram a estudar Artes Plásticas. É formada pela UDESC (Universidade do Estado de Santa Catarina), onde se especializou em Artes Visuais Contemporâneas. Pós-graduou-se também em Gerontologia pela UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina).

Expõe seus trabalhos desde o ano de 1974 e já participou de salões de arte contemporânea em Blumenau e Itajaí. Criou grandes painéis em mosaico e em pintura acrílica em importantes espaços públicos, como Arena Multiuso de São José e Prefeitura Municipal de São José, além de ter pinturas espalhadas pelo Brasil e Europa em coleções particulares.

Ao longo de sua carreira foi ilustradora de livros, criou o selo emissão especial “Área de proteção Ambiental da Baleia Franca” e ilustrações para cartões telefônicos da Edição Colecionador – Brasil Telecom. Na televisão, foi apresentadora do Variedades do Jornal do Almoço, da RBS TV. No cinema e no teatro, foi atriz, cantora, figurinista e diretora artística. No carnaval, atuou como carnavalesca de escolas de samba.

Atualmente, dedica-se integralmente ao desenho e pintura. É possível encontrar telas da artista no Studio Refosco, Florianópolis, e na Tartaglia New Showroom, no Rio de Janeiro, onde expõe atualmente.

spot_img
spot_img