17.3 C
fpolis
quinta-feira, maio 26, 2022
Cinesystem Villa Romana Shopping

Auditório Jurerê Classic apresenta Recital Duo Sul Cello

spot_img

Auditório Jurerê Classic apresenta Recital Duo Sul Cello

spot_imgspot_img

Anderson Fiorelli e Marlise Goidanich em recital neste sábado às 20:30

O Auditório Jurerê Classic apresentará no próximo sábado mais um recital de sua programação de agosto. Trata-se do espetáculo Duo Sul Cello, que tem como programa diversas composições para dois violoncelos de autores variados, interpretados pelos virtuosos violoncelistas Anderson Fiorelli e Marlise Goidanich. O recital será realizado no dia 28 de agosto, 20:30h, em Jurerê Internacional. A entrada é franca, mas os interessados devem fazer uma reserva via site do auditório.

Anderson Fiorelli

O violoncelista catarinense Anderson Fiorelli iniciou seus estudos aos 14 anos na Escola de Música de Videira-SC. Concluiu sua graduação na Escola de Música e Belas Artes do Paraná na classe de Maria Alice Brandão. Recebeu o Diploma de Concertista da “Zürcher Hochschule der Künste” em Zurique-Suiça onde estudou na classe de Roel Dieltiens. Atualmente especializa-se em violoncelo barroco na “Accademia Internazionale della Musica” em Milão-Itália na classe do professor Gaetano Nasillo. Frequentou masterclasses e cursos de aperfeiçoamento com Alexander Rudin, Gautier Capuçon, Enrico Onofri, Elizabeth Walfisch, Darret Adkins, Eckart Heiligers, Jérôme Ducros. Foi premiado no Concurso Jovens Instrumentistas do Brasil em Piracicaba-SP. Recebeu bolsas de estudos da Fundação Ernst Widmer ( Aarau-Suíça ) e do Rahn Kulturfonds ( Zurique-Suíça ). Integrou a Orquestra Sinfônica do Paraná e a Orquestra de Câmara da Puc-Paraná. Colaborou com a Nova Camerata da UFPR, Entrecompositores, Camerata Antiqua de Curitiba. Ainda no Brasil solou à frente das orquestras Filarmônica da EMBAP, Orquestra Filarmônica da UFPR e Orquestra Filarmônica Mahle. Participa de concertos, festivais e gravações por toda a Europa com os grupos: Ensemble Turicum (Suiça), Ensemble Explorations ( Bélgica ),“Kammersolisten Zug”, “Studiobühne der Oper Zürich”. Com a peça de teatro “Die verlorene Kunst” do diretor Thom Luz participa em 2009 de espetáculos na Suíça e Alemanha. Anderson Fiorelli apóia um importante projeto social da Escola de Música de Videira, na sua cidade natal, a qual oferece o estudo de música totalmente gratuito a crianças e jovens carentes.

Marlise Goidanich

É formada em Educação Artística pela UFRGS. Concluiu o bacharelado em violoncelo na Escola de Música e Belas Artes do Paraná na classe de Maria Alice Brandão. Diplomou-se em violoncelo barroco na “Accademia Internazionale della Musica” (Milão- Itália ) com a nota máxima. Atualmente especializa-se em violoncelo barroco no Conservatório de Novara na classe de Gaetano Nasillo. Participou de cursos e seminários com Antonio Meneses, Gautier Capuçon, Trevor Pinnock, Stefano Montanari, Enrico Onofri, Paolo e Alberto Grazzi entre outros. Recebeu diversas bolsas de estudo: Fondazione Marco Fodella, ” Orchestra barocca dell’ Accademia Internazionale della Musica di Milano” e da orquestra “Accademia Montis Regalis di Mondovì”- Itália. De 1990 a 1998 foi integrante do “Conjunto de Câmara de Porto Alegre” com o qual recebeu vários prêmios da Prefeitura de Porto Alegre (Prêmio Açorianos de Música). No Brasil foi spalla dos violoncelos da Orquestra de Câmara da PUC-PR, integrou a Orquestra de Câmara Theatro São Pedro, Orquestra Solistas do Paraná, Orquestra Solistas de Londrina. Colaborou com a Orquestra Sinfônica do Paraná , Camerata Antiqua de Curitiba, Orquestra Sinfônica de Porto Alegre. Apresenta-se regularmente com inúmeros grupos e orquestras na Europa. Dentre os quais “Ensemble Turicum” (Zurique), “Ensemble Alea Musica” (Basiléia), “Accademia Litta”, “Ensemble Pian&Forte”, “Musica Rara”, “Ensemble Estro Cromatico” em Milão, “Concerto de’ Cavalieri” (Roma), “Concento Ecclesiastico” (Genova). Atuou como solista à frente da Orquestra Filarmônica da EMBAP e da “Orchestra Barocca dell´Accademia Internazionale della Musica”. Gravou para as casas discográficas “Amadeus”, “Stradivarius” e “Brilliant Classics”.

Programa:

Auguste –Joseph Franchomme – Nocturne N. 1 em dó m op.1

( 1808 – 1884 )
Luigi Rodolfo Boccherini – Sonata N. 22 em Fá M
( 1743 – 1805 )

Anton Kraft – Sonata N. 2 em Sol M
( 1749 – 1820 )

Salvatore Lanzetti – Sonata em Ré M op. 5
( 1710 – 1780 )

Luigi Rodolfo Boccherini – Sonata em Dó M G.17
( 1743 – 1805 )

28 de Agosto – Jurerê Internacional – Entrada Franca


O Auditório

Rua dos Lambari-Guaçu, 437 – Jurerê Internacional – 88053-372 – Florianópolis – SC

(48) 3282 2203 / 9918 5958 l www.auditoriojurereclassic.com.br

O Auditório Jurerê Classic é uma iniciativa do empresário e mecenas das artes italiano Piero Giacomini, com o objetivo de fomentar o desenvolvimento da música de câmara na cidade de Florianópolis, bem como oportunizar aos moradores de Jurerê um espaço especialmente projetado e construído de forma a buscar excelência acústica na execução de música de câmara.

Para tanto, Piero Giacomini agrega a este empreendimento sua vasta experiência na Europa, onde é presidente de quatro museus que realizam inúmeras importantes exposições, bem como é promotor de diversos concertos de música clássica.

As instalações do Auditório foram projetadas pelo engenheiro acústico Renato Pimentel e executada pelos arquitetos da Marchetti + Bonetti, com uma cuidadosa consultoria do maestro Jeferson Della Rocca, atendendo assim a todas as necessidades físicas para uma primorosa qualidade de som necessária para a realização de um trabalho profissional. A capacidade de público será de 144 lugares, com acesso gratuito de todas as pessoas que confirmarem sua presença através de nosso site. Além disso, possui estacionamento privativo com vigilância, proporcionando melhor conforto e seguraça ao público.

spot_img