22.9 C
fpolis
sexta-feira, dezembro 3, 2021
cinesytem

Avaí busca recuperação na Série A diante do Vasco

spot_imgspot_img

Avaí busca recuperação na Série A diante do Vasco

spot_img

Leão está há sete partidas sem triunfar na competição

O futuro do Avaí no Campeonato Brasileiro passa, necessariamente, pelo jogo contra o Vasco, nesta quinta-feira, às 21h, em São Januário. Um novo tropeço e a equipe pode terminar a rodada na zona de rebaixamento. Para evitar essa catástrofe, o técnico Antônio Lopes adotou medidas enérgicas.

Mudou o time em pelo menos duas posições e alterou — embora não admita — o esquema tático. Em vez do tradicional 4-4-2, tudo indica que o Leão entre em campo no 3-6-1, sistema de jogo que, teoricamente, dá maior proteção à defesa.

Na quarta-feira, no último treino antes da viagem para o Rio de Janeiro, Lopes insistiu nas cobranças de bola parada — primeiro a ofensiva, depois a defensiva. Nos lances de ataque, o zagueiro Gabriel, que entra na equipe, foi posicionado na área adversária para os cruzamentos de Davi e Leandro Bonfim, outro que pode começar a partida no lugar de Caio:

— Procura a bola, Gabi! Se você não procurar, não vai adiantar nada o teu tamanho — cobrou Lopes, ao se referir a estatura de 1m93cm do atleta.

Esse tipo de jogada foi bastante trabalhada na época em que o time estava em lua de mel com a torcida. Um dos encarregados pelos levantamentos de bola na área era o meia Rivaldo, que foi negociado com o Palmeiras. A sequência de jogos e a falta de um substituto com as mesmas características fizeram Lopes deixar a estratégia um pouco de lado.

Agora, diante de um adversário que ele conhece como poucos — dirigiu o clube carioca seis vezes na carreira e conquistou títulos como o Brasileiro, em 1997, e a Libertadores, em 1998 —, o treinador tenta retomar o caminho das vitórias e afastar o Leão da ponta de baixo da tabela. Gabriel mostrou-se animado com a nova chance e espera fazer os gols que o time tanto precisa para reagir. Contra o Flamengo, em jogo válido pelo primeiro turno, no Maracanã, o zagueiro fez o gol de empate do Avaí em uma cobrança de falta:

— O Rio me traz boas lembranças — ressaltou.

Portanto, nesta noite, o torcedor precisa acreditar no time e botar fé no bordão “Esse Avaí faz coisas” porque, de fato, ele precisa fazer.

FICHA TÉCNICA

VASCO
Fernando Prass; Fagner, Dedé, Titi, Ramon; Nilton, Rafael Carioca, Felipe Bastos, Zé Roberto; Eder Luís, Jonathan
Técnico: PC Gusmão

AVAÍ
Renan; Gabriel, Rafael, Emerson; Patric, Marcinho Guerreiro, Diogo Orlando, Leandro Bonfim (Caio), Sávio, Davi; Vandinho
Técnico: Antônio Lopes

Arbitragem: Sandro Meira Ricci, auxiliado João Antônio Sousa Paulo Neto e Renato Miguel Vieira (Trio do DF)
Local: Estádio de São Januário, no Rio de Janeiro
Horário: 21h

spot_img
spot_img