29.6 C
fpolis
terça-feira, janeiro 25, 2022
cinesytem

Catedral Metropolitana será reinaugurada neste domingo

Catedral Metropolitana será reinaugurada neste domingo

spot_img

Nas comemorações dos 283 anos de Florianópolis, os moradores da cidade vão poder contemplar novamente um importante patrimônio histórico do município. Fechada há quatro anos para reforma, a Catedral Metropolitana da Capital será reaberta com festa neste domingo (22/03), a partir das 19h. O evento promete encantar o público com missa celebrada pelo arcebispo de Florianópolis, Dom Murilo Krieger, participação do coral Santa Cecília, e inauguração da iluminação artística da fachada do prédio. Às 21h, haverá apresentação do Coral das Mil Vozes e da Escola do Teatro Bolshoi no Brasil, além de encerramento com um grande show pirotécnico na área central.

Com 297 anos de existência, a Catedral Metropolitana estava fechada ao público desde fevereiro de 2005 devido a problemas de segurança detectados em 2004. Porém, a decisão pela interdição só foi tomada depois que resultados de um laudo técnico emitido pelo Escritório Piloto de Engenhara Civil da Universidade Federal de Santa Catarina constataram os problemas.

De acordo com o documento, o prédio tinha infiltração e estava com a estrutura dos arcos comprometida por cupins, podendo não mais suportar o peso do telhado, o que colocava em risco a vida dos fiéis que diariamente iam à igreja. Uma parceria entre o Governo do Estado e a Prefeitura da Capital viabilizou a restauração do prédio histórico, em duas etapas, representando um investimento de R$ 7,2 milhões. Outras etapas serão necessárias para finalização do projeto de restauro.

Patrimônio recuperado

A restauração da Catedral foi iniciada em agosto de 2005 pela empresa Concrejato, num trabalho que incluiu pintura interna e externa das paredes, resgatando as cores que o prédio tinha em 1922. Também foi realizada a recuperação total da cobertura com troca do telhado e do madeiramento, além da colocação de uma manta de alumínio. Foram instalados também novos sistemas de segurança e elétricos, com fiação subterrânea. Todos os vitrais, escadarias, piso interno e externo foram recuperados, bem como construídas rampas de acesso para pessoas idosas e com deficiência.

A obra contemplou ainda a demolição do anexo construído em 1950, que escondia a antiga sacristia. Uma nova sacristia foi construída e todo o mobiliário do prédio recuperado, trabalho que incluiu ainda a restauração dos altares e imagens sacras, entre elas, o arco do cruzeiro. Paralelamente ao restauro, uma pesquisa foi realizada para catalogar todas as obras de arte da Catedral, acervo que será colocado em exposição ao público na antiga sacristia, que vai abrigar o Museu Sacro. Um novo sistema de climatização manterá a temperatura do prédio constante em 23 graus.

De acordo com o presidente da Comissão de Restauração da Catedral, Roberto Álvares Bentes de Sá, ainda há muito por fazer para recuperar esse marco da cidade. Novas parcerias já estão sendo formalizadas para dar continuidade à terceira etapa da obra, orçada em R$ 3,8 milhões, conforme projeto aprovado para captação através da Lei de Incentivo à Cultura – Lei Rouanet. Essa nova fase terá como financiadores o Governo do Estado, Eletrosul, Tractebel, BNDES, Badesc, Celesc e BRDE. “Mas, agora não mais será necessário fechar a Catedral. A recuperação seguirá com ela aberta ao público”, explicou.

A partir de abril, os serviços de recuperação da Catedral Metropolitana devem ser reiniciados. Dessa vez, as obras irão contemplar a finalização da recuperação dos sete altares, auditório e casa paroquial; readaptação do espaço para abrigar salas de atendimento; e continuação dos serviços de informatização. As etapas seguintes vão beneficiar a restauração do Centro Social da Catedral, com a implantação de um espaço para festas e eventos, após a recuperação das edificações complementares compostas pelos prédios do antigo cine Ritz e Rox.

Mais eventos na programação de aniversário

Florianópolis festeja 283 anos de emancipação política com uma variada agenda de eventos culturais e esportivos, além de inaugurações de obras nas áreas de educação, saúde, cultura e habitação, somando cerca de R$ 15 milhões em investimentos no município. Entre os eventos, sessões de cinema gratuitas no Teatro da UBRO, apresentação de música clássica com a Orquestra Escola da Fundação Cultural de Florianópolis Franklin Cascaes, e a 15ª Maratona Fotográfica prometem movimentar as ruas de Florianópolis.

A novidade da programação é o projeto Alameda Cultural. Pela primeira vez a Avenida Hercílio Luz, totalmente revitalizada, vai se transformar num grande palco para manifestações culturais de diferentes gêneros. Neste sábado, das 10h às 13h, o trecho da via, compreendido entre a Rua Anita Garibaldi e a Maternidade Carlos Corrêa, será palco para apresentações gratuitas de música, teatro, dança, folclore, contação de história, artesanato, circo, artes plásticas, literatura e desfile de bandas.

Na área esportiva, a cidade vai sediar o Campeonato Brasileiro de Sandboard, neste sábado, a partir das 9h, nas dunas da praia da Joaquina. A programação contempla ainda a realização da Taça 283 anos Cidade de Florianópolis de Basquete de Rua, no Parque de Coqueiros, e a Caminhada da Terceira Idade. Também estão previstos campeonatos de triathlon, skate, futsal, remo, Kung Fu, surf e basquete, entre outras modalidades esportivas.

Os moradores de Florianópolis vão ter outros bons motivos para comemorar o aniversário da cidade. Durante todo o mês de março estão previstas inaugurações de obras, entre elas, a ampliação do Centro de Saúde da Fazenda Rio Tavares (Rio Tavares) e da Caeira da Barra do Sul. Será ainda inaugurada a reforma do NEI São João Batista (Rio Vermelho) e creche Vargem Pequena, bem como inaugurada a quadra poliesportiva da Escola Básica Mâncio Costa (Ratones).

A programação do aniversário de Florianópolis inclui também a entrega de um caminhão frigorífico adaptado para viabilização do programa Caminhão do Peixe em 27 comunidades. Além disso, será entregue aos moradores do Chico Mendes uma área para construção do Centro Esportivo na região, ação realizada em parceria com o Governo do Estado. Outra novidade é a inauguração da nova estrutura do Pró-Cidadão, que antes funcionava no calçadão da Rua Felipe Schmidt. A partir desta terça-feira (24/03), o setor passará a atender o público à Rua Tenente Silveira nº 60, junto ao prédio da prefeitura.

spot_img
spot_img