Florianópolis, 20 de julho de 2024

Crianças cantam em protesto ao trabalho infantil

spot_img

Compartilhe

O Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI) levou hoje à tarde para o Largo da Alfândega, Centro, dezenas de grupos de adolescentes para protestar contra o trabalho infantil. Os protestos foram feitos em forma de expressões artísticas e culturais. Uma das adolescentes, que durante um ano trabalhou como babá do filho de um traficante, Raiele, 13 anos, dançou samba de umbigo.

“Cuidar de criança, nunca mais. Nem quero ter filhos. Meu sonho é ser modelo. Quando eu tiver 30 anos vou ao orfanato adotar uma criança”, comentou a menina. Depois da entrevista, a adolescente se juntou ao seu grupo (Associação de Pais e Amigos) de Areias do Campeche para mais uma apresentação no coreto da Alfândega.

No fundo do Palco uma faixa chamava a atenção: “Diga não ao Trabalho Infantil, criança não trabalha brinca”. “Denuncie 0800 643 14 07”. Durante toda à tarde crianças de várias entidades e associações vinculadas à Prefeitura cantaram, dançaram e se divertiram. A secretaria da Saúde também participou com um trailer, distribuindo lanches e dando dicas de escovação.

O coordenador do PETI Carlos Alberto Veloso, lembrou que as crianças que ficavam vendendo balas em sinaleiras e nos terminais de ônibus da cidade foram retirados do local pela Secretaria de Assistência Social e Juventude e incluídas em projetos sociais, como oficinas de teatro, de danças e de outras atividades didáticas.