17.3 C
fpolis
segunda-feira, maio 16, 2022
Cinesystem Villa Romana Shopping

Fernandinho Beat Box faz show em Florianópolis

spot_img

Fernandinho Beat Box faz show em Florianópolis

spot_imgspot_img

O DJ e rapper Fernandinho Beat Box estará em Florianópolis dia 23 de junho para divulgar seu primeiro CD, “Caminho Estreito”, no Seu Beltrano Boteco Lounge, na Lagoa da Conceição. O show de pré-lançamento deste trabalho, que ainda está em fase de finalização, será a atração principal da festa Black White, marcada para as 22h00. O evento terá ainda a participação dos DJs Tuca e Neggo Billy, que virá de São Paulo junto com o artista.

Chamado pelos colegas de homem-banda, homem-DJ, Fernandinho é o mais famoso beatboxer brasileiro. Reproduz fielmente instrumentos musicais e efeitos eletrônicos de uma mesa de som, utilizando a voz, a respiração e a cavidade nasal. A esta manifestação, que é um dos pilares do movimento hip hop, bastante comum nos Estados Unidos, ele acrescentou elementos de samba, baião, RAP e MPB.

Fundador do grupo de RAP Z’África Brasil, em 1995, não só caiu no gosto popular nacional, como chamou a atenção de cantores e bandas estrangeiras. Gravou com Marisa Monte, Fernanda Abreu, Elza Soares, Leandro Sapucahy, Lenine e se apresentou ao lado de Gabriel o Pensador, Black Eyed Peas (da Califórnia), DJs Pogo (de Londres) e Rahzel (de Nova York).

Há mais de seis anos, após conhecer o rapper Marcelo D2, deixou o Z’África Brasil para assumir a função de DJ nos shows do ex-vocalista da banda Planet Hemp. A parceria já o levou a palcos da Alemanha, França, Portugal, Suécia, Suíça e outros pontos da Europa.

Em paralelo, dedica-se a projetos individuais, como apresentações em eventos institucionais de empresas (Motorola, Oi Telecom) e oficinas (TIM Música nas Escolas, Casa do Hip Hop de Diadema). Suas participações em comerciais de TV (TIM, Embratel Telefone Livre) e espetáculos teatrais (“Terça Insana”) também são constantes.

Em 2010, lançou o primeiro videoclipe, “Samba de Boca”, e se apresentou na abertura do Video Music Brasil, programa anual de música na MTV, junto com Marcelo Adnet, Sandy, Marcelo Gross (Cachorro Grande) e o próprio Marcelo D2.

Agora, surge o primeiro disco, de acordo com Fernandinho, baseado na palavra bíblica de Mateus 7:13-14, que versa sobre a porta estreita da vida e a larga passagem para a perdição. Apesar da referência, o CD não tem conotação religiosa e, sim, aborda o que o autor vê na vida e nas ruas, sem que o assunto seja tratado por meio de letras pesadas. Participaram da gravação Seu Jorge, Renan Saman, Tita Lima e o DJ Caíque. A tiragem entrará no mercado a partir do próximo mês.

+ Fernandinho

Porque gostava de imitar sons com a boca, o paulista Fernando da Silva Pereira era conhecido na adolescência como o Maluco do Puti Pá. Descobriu que aquilo se chamava beatbox ao assistir uma entrevista de Michael Jackson sobre o hit “Billy Jeans”, na qual reproduzia a batida da música com a voz. Ficou encantado com o que viu e se profissionalizou, adotando o nome atual.

Muita gente acredita que os sons que imita são um truque ou alguém da sonoplastia soltando um efeito. Mas, sempre mostra ao público que realmente são com a boca. “Procuro fazer todas as funções que o DJ faz: delay, reverbe, uso a caixa, o pum, timbal”, conta ele em entrevista para a TV Trama. “Para criança é muito mais fácil você explicar a maneira de se fazer o beatbox. Por exemplo: eu falo que baixo é um gato rouco, a caixa é uma tosse, o bumbo é uma cuspida seca e, ao mesmo tempo, você usa o lance de respirar como timbal. A molecada já entende isso”.

Seus shows são sempre diferentes. “Não dá para fazer um set list. Você tem que ter a percepção do que a galera quer ouvir, olhar para a pessoa, saber o que ela ouve: um tecno, um hip hop, um samba”.

Neggo Billy

Quando o show é de Fernandinho, Neggo Billy faz a vez de DJ para ele. Mineiro radicado em São Paulo, morou bastante tempo em Florianópolis, onde começou a carreira em 1998. Discotecou em várias casas e festas da Capital, Balneário Camboriú, Blumenau, Criciúma, Palhoça e São José. Foi produtor de diversos shows de artistas da black music em Santa Catarina. Seu estilo único tem forte influência da bossa nova, funk, jazz, MPB, RAP, R&B, samba-rock e soul.

Em 2003, atuou como locutor no programa “Bombando Black” na rádio Udesc 100,1 FM, em Florianópolis. Abriu shows nacionais e internacionais, como Anticaos, Bukassa, Cidade Jam, Claudio Zolli, Digital Dubs, Edu Ribeiro, Funk Como Le Gusta, Hip Hop Manifesta (Snoop Doggy, Ja Rule, Marcelo D2), Leilah Moreno, Leo Maia, Mombojó, Monjolo, Nação Zumbi, Paula Lima, Planeta Atlântida, Racionais Mcs, Ras Bernardo, Sistema Negro, Quelinah, Thaide e Os Donnos da Cidade, Vanessa Jackson, Veiga e Salazar, Wilson Sideral, DJ Spin Easy, Negra Li e Serjão Loroza.

Em São Paulo, tocou em muitos bares, danceterias e eventos. Paralelamente, desenvolve projetos musicais em entidades sociais e ONGs. Sua nova responsabilidade é ensinar a profissão de DJ aos adolescentes do Caspiedade (Tremembé), que atende menores que cumprem medida socioeducativa em liberdade assistida pela Fundação Casa.

Beatbox

O termo beatbox (que, a partir do inglês, significa literalmente caixa de batida) refere-se à percussão vocal do hip hop. Consiste na arte em reproduzir sons de bateria com a voz, boca e cavidade nasal. Também envolve o canto, imitação vocal de efeitos de DJs, simulação de cornetas, cordas e outros instrumentos musicais, além de outros efeitos sonoros. Fonte: Wikipédia.


Serviço

O quê: festa Black White – show de Fernandinho Beat Box (divulgando o CD “Caminho Estreito”) + DJ Neggo Billy + DJ Tuca.

Quando: 23 de junho, 22h00.

Onde: Seu Beltrano Boteco Lounge – Avenida Afonso Delambert Neto, n° 714, Lagoa da Conceição, Florianópolis.

Quanto: R$ 15,00 (feminino) e R$ 25,00 (masculino) ou R$ 10,00 e R$ 20,00, respectivamente, para quem incluir nome na lista de bônus pelo email seubeltrano@gmail.comaté 18h00 e entrar até meia noite.

Contato e reservas: (48) 3236-0098/9635-0006 – www.seubeltrano.com.br

spot_img