15.4 C
fpolis
sábado, agosto 13, 2022
Cinesystem Villa Romana Shopping

Festival VIVO Point do Riozinho

spot_imgspot_img

Festival VIVO Point do Riozinho

spot_imgspot_img

Windsurf, Kitesurf e Stand Up – União dos Esportes – Florianópolis – Santa Catarina – Brasil

Domingo, 8 de março de 2009 – décimo dia do evento

Resumo do Festival

Depois de dez dias de sol, calor, praia lotada, vento e ondas chega ao final o Festival Vivo Point do Riozinho de Windsurf, Kitesurf e Stand Up, firmando-se como um dos melhores eventos de esportes radicais do país. Num cenário perfeito, muita diversão e show garantido para o público, nas três modalidades que se completam, pois no vento forte o windsurf sobressai, no vento médio é a vez do kitesurf e sem vento o Stand Up fez a alegria dos presentes.
O espetáculo começou logo no primeiro dia, onde as condições permitiram acontecer a primeira competição de Stand Up já realizada no Sul do país. Na modalidade, os atletas ficam remam em pé na prancha para adquirir velocidade e surfar as ondas. O show foi muito divertido e o público na praia vibrou com as baterias e o visual dos atletas que pareciam caminhar sobre as águas.

Depois do show do Stand Up o vento apareceu, e durante toda a semana enquanto as ondas não vinham os atletas realizaram inúmeros pegas na categoria regata. A regata teve diversos trajetos, sendo o mais bonito aquele que os competidores contornaram a bóia bem perto da Ilha do Campeche, distante cerca de 1,5 km do Point do Riozinho. Mais de 50 pipas coloriram os céus durante a semana, lotaram as arquibancadas e fizeram muitos presentes irem até a beira da água para acompanhar de perto cada movimento.

Na quinta-feira a previsão se confirmou, e com condições épicas de ventos, 20 nós de sul e ondas de 1,5 metro com séries maiores chegando no swell de sul, aconteceu a categoria principal do evento proporcionando um show de manobras, batidas, rasgadas, aéreos, floaters e lay-backs. Nas finais, Roberto Veiga o “Pulga” venceu Alexandro Magrinho de Ibiraquera na disputa pelo terceiro lugar. A grande final aconteceu entre Dudu Schultz e Ian Ocwzarzak, vencedor do ano passado. Numa disputa onda a onda, a cada manobra o público gritava, vibrava e torcia. No final, Dudu Schultz venceu Ian numa bateria muito disputada e se consagrou como vencedor da categoria.

A modalidade windsurf entrou em cena logo depois do kite, e o forte vento sul trouxe um espetáculo dos velejadores que disputaram as baterias. Nomes como Kauli Seadi e Konan Lang correram as baterias e proporcionaram alto nível para a competição. Destaque também para os velejadores mirins de windsurf, Arthur Job e Eric Razera, que com menos de 10 anos já se destacam entre os adultos. Durante todo o evento as provas foram transmitidas ao vivo pelo site www.morlima.com/live e o pessoal de casa pode mandar recados que eram repassados aos atletas pelo sistema de locução. Mais de 15 estados brasileiros e inclusive outros países assistiram a transmissão.

No último fim de semana o sol apareceu entre nuvens, e a praia novamente lotou. As boas ondas permitiram uma demonstração de Stand Up. Enquanto isso nas areias do Riozinho um show do pessoal da Vivo, que distribuiu brindes e animou a galera na areia.Domingo, como previsto no cronograma, aconteceu a premiação dos atletas. O festival distribuiu mais de 10 mil reais em prêmios nas diversas modalidades. Imprensa e autoridades compareceram no local. As fotos e vídeos do evento podem ser vistas no site da FECAKITE. Para salvar as fotos basta clicar nas mesmas com o botão direito do mouse e escolher “salvar figura como”. Veja os resultados oficiais no link: www.fecakite.com.br/ranking

A idéia dos organizadores é de incluir o Festival num calendário anual e também viabilizar a realização de uma etapa do circuito mundial de kitesurf aqui em Florianópolis. O Secretario de Turismo Esporte e Cultura do Estado de Santa Catarina Gilmar Knaesel, apóia essa idéia e pensa que nosso Estado pode ser palco de todos estes esportes radicais, trazendo pioneirismo, inovação e desenvolvimento sustentável para Santa Catarina.

O Festival foi patrocinado pela VIVO e pela Secretaria de Estado de Turismo Cultura e Esporte, e realizado pela Associação Catarinense de Windsurf, Federação Catarinense de Kitesurf e Campeche Promoções. O evento contou ainda com apoio da X.treme TV, ESPN Brasil, Restaurante Niguiri, Floripa Island, Morlima, Wind Center, Pousada Natur Campeche, Pousada Zeperri, Truzz, Campeche Top Team, Associação de Surf do Campeche, El Divino, Café do Sol, Confraria das Artes e Capitania dos Portos e Corpo de Bombeiros de SC.

Resultados Finais por Categoria
Festival VIVO Point do Riozinho
Windsurf, Kitesurf e Stand Up
União dos Esportes – Florianópolis – Santa Catarina – Brasil
27 de fevereiro a 8 de março de 2009

KITEWAVE OPEN

1º Lugar – Dudu Schultz
2º Lugar – Ian Ocwzarzak
3º Lugar – Roberto Veiga Pulga

KITEWAVE SPORT

1º Lugar – Magoo da Barra da Lagoa
2º Lugar – Alexandre Razera
3º Lugar – José Geraldelli

KITESURF REGATA

1º Lugar – Vitor Pimpolho
2º Lugar – Miler Morais
3º Lugar – Fabio Nunes

WINDSURF WAVE

1º Lugar – Kauli Seadi
2º Lugar – Konan Lang
3º Lugar – Fabiano Bi

STAND UP

1º Lugar – Kauli Seadi
2º Lugar – Magno
3º Lugar – Ian Ocwzarzak

spot_img

Leia mais