16.3 C
fpolis
terça-feira, outubro 26, 2021
cinesytem

Florianópolis registrou 24 casos de dengue no 1º semestre

spot_img

Florianópolis registrou 24 casos de dengue no 1º semestre

spot_img

A Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive) do Governo do Estado informou nesta terça-feira, 30, que no primeiro semestre foram notificados 9.266 casos de dengue em Santa Catarina. Destes, 3.269 (35%) foram confirmados (2.255 por critério laboratorial e 1.014 por clínico-epidemiológico). Das notificações restantes, 4.858 (52%) foram descartados e 1.139 (12%) casos suspeitos estão em investigação. 

Do total de confirmados, 3.002 (92%) são autóctones (transmissão dentro do Estado), 188 (6%) são importados (transmissão fora do Estado) e 79 (2%) estão em investigação para definição do local provável de transmissão.

Em Florianópolis, foram confirmados 24 casos – todos de pessoas que contraíram a doença fora do Estado – e cinco ainda estão em investigação.

Focos

Em Santa Catarina, até o dia 30 de junho, foram identificados 5.299 focos do mosquito Aedes aegypti, transmissor da doença, em 108 municípios. 

Existem 26 municípios considerados infestados pelo mosquito. A definição de infestação é realizada de acordo com a disseminação e manutenção dos focos. São eles: Anchieta, Balneário Camboriú, Chapecó, Cordilheira Alta, Coronel Freitas, Coronel Martins, Guaraciaba, Guarujá do Sul, Guatambu, Itajaí, Itapema, Joinville, Nova Itaberaba, Novo Horizonte, Palmitos, Passo de Torres, Pinhalzinho, Planalto Alegre, Princesa, São Bernardino, São Lourenço do Oeste, São Miguel do Oeste, Serra Alta, União do Oeste, Xanxerê e Xaxim.

Orientações

– Evite usar pratos nos vasos de plantas, se usar, coloque areia até a borda;
– Guarde garrafas com o gargalo virado para baixo;
– Mantenha lixeiras tampadas;
– Deixe os depósitos para guardar água sempre vedados, sem nenhuma abertura, principalmente as caixas d’água;
– Plantas como bromélias devem ser evitadas, pois acumulam água;
– Trate a água da piscina com cloro e limpe uma vez por semana;
– Mantenha ralos fechados e desentupidos;
– Lave com escova os potes de comida e de água dos animais no mínimo uma vez por semana;
– Retire a água acumulada em lajes;
– Dê descarga no mínimo uma vez por semana em banheiros pouco usados;
– Mantenha fechada a tampa do vaso sanitário;
– Evite acumular entulho, pois podem se tornar locais de foco do mosquito da dengue.

spot_img
spot_img