23.1 C
fpolis
terça-feira, novembro 30, 2021
cinesytem

Floripa Teatro promove Circuito Santa Catarina

spot_img

Floripa Teatro promove Circuito Santa Catarina

spot_img

Uma nova etapa da programação do 17º Floripa Teatro – Festival Isnard Azevedo inicia esta semana, com o Circuito Santa Catarina. A proposta visa ampliar a contribuição da Capital catarinense na difusão da arte e da cultura, levando a pequenas cidades do Estado trabalhos de qualidade com grupos que se apresentam no cenário nacional. A maratona teatral inicia nesta segunda-feira (20/09), por Abdon Batista, no Planalto Sul, com o espetáculo “On Co Tô? Quem Co Sô? Prom Co Vô?”, do grupo Circo Navegador, de São Sebastião (SP). A apresentação será realizada na praça central, às 15h30.

De 10 a 19 de setembro, o Floripa Teatro trouxe a Florianópolis 35 grupos de oito estados brasileiros para um total de 116 apresentações em três teatros, três lonas, uma casa de espetáculos, e mais 26 comunidades do interior da Ilha e região continental, dentro do circuito Cena Aberta nas Comunidades.

Em 2010 o Floripa Teatro também se estende ao interior do Estado, por meio do Circuito Santa Catarina, que vai passar pelos municípios de Abdon Batista (20/09), Celso Ramos (21/09), Anita Garibaldi (22/09) e Campos Novos (23/09), com apresentações gratuitas nas praças centrais. Juntas, essas cidades somam pouco mais de 40 mil habitantes, quase a mesma população do bairro Centro, na Ilha de Santa Catarina.

O 17º Floripa Teatro – Festival Isnard Azevedo é uma realização da Prefeitura Municipal de Florianópolis, por intermédio da Fundação Cultural de Florianópolis Franklin Cascaes (FCFFC), e tem patrocínio da Enercan – Campos Novos Energia S.A., Eletrobras/Eletrosul – Centrais Elétricas S.A., Tractebel Energia – GDF Suez, Lei de Incentivo à Cultura do Ministério da Cultura (MinC), Lei Municipal de Incentivo à Cultura, e apoio cultural do Grupo Orbenk e Unimed Grande Florianópolis.

Palhaçadas interativas

O velho e bom jogo de palhaço, aliado a habilidades como malabarismo, mágica cômica e pirofagia dão o tom do espetáculo “On Co Tô? Quem Co Sô? Prom Co Vô?”, estreado pelo grupo Circo Navegador, em 2007. Num encontro inusitado, o simplório palhaço Surubim encanta a plateia em situações de tensão, emoção, técnica e muita graça.

De maneira irreverente, diverte o público por meio das rotinas de um show circense, misturando de forma poética cenas clássicas e criações próprias, equilibrando-se entre o deboche e a elegância, com um misto de ingenuidade e astúcia. Com uma “bancicleta” – engenhoca montada a partir de um triciclo, que ao pedalar aciona uma bateria composta de bumbo, chimbau e caixa, apitos, buzinas e pratos – Surubim leva diversão e riso com sua charanga, a tradicional banda de circo composta por um homem só.

A montagem coloca o espectador diante de algumas questões essenciais da existência e o palhaço busca soluções absurdas que desencadeiam o riso, numa provocação ácida e bem-humorada do comportamento. É assim que o grupo define a abordagem crítica da ridícula condição humana, feita por um palhaço que se revela frágil na transgressão de costumes e convenções sociais.

Navegadores do riso

Em 13 anos de atividades, o grupo Circo Navegador tem ainda no repertório os espetáculos “70 Senão 60” , “O Diretor de Cinema”, “Hoje tem Marmelada”, “Quixotes”, “Cadê todo Mundo?”, “Estudo para Palhaços”, “No Olho da Rua”, “Sarau”, “Circo Navegador 10 Anos” e “Lavou Tá Novo”, com o qual foi premiado no Festival Isnard Azevedo 2002 (ainda competitivo) pela melhor direção de espetáculo de rua, além de ter recebido indicação para melhor espetáculo e ator.

Filiado à Cooperativa Paulista de Teatro, o grupo faz pesquisa de linguagens, criação e produção de espetáculos teatrais. Constantemente, troca informações e experiências com alguns dos principais grupos de teatro brasileiros. Pelo trabalho que realiza, conquistou reconhecimento, incluindo o Prêmio Carequinha de Estímulo ao Circo da Funarte (2006 e 2007) e o Programa de Fomento ao Teatro para a Cidade de São Paulo (2005). Em 2004, produziu o Festival de Teatro de Rua de São Sebastião (SP).

Atuando profissionalmente desde 1992, o ator Luciano Draetta – intérprete do palhaço Surubim – tem formação diversificada que vai do circo ao teatro, passando pela música e dança. Formou-se no Circo Escola Picadeiro e na Escola Paulista de Circo. Trabalhou em dezenas de espetáculos, com renomados grupos de teatro, até ingressar no Circo Navegador, em 1997. Indicado a prêmios de melhor ator e diretor em festivais pelo Brasil.

Programação

“On Co Tô?, Quem Co Sô? Prom Co Vô?”, grupo Circo Navegador, São Sebastião (SP), comédia, 50 minutos, livre

*Concepção, roteiro e direção: Lucciano Draetta

*Atuação: Lucciano Draetta e Gabriel Draetta (músico)

*Cenotecnia: Alejo Linares

*Figurinos: Soledad Perez e Ana Paula Santos

*Produção: Ricardo Fera

*Assistência de Produção: Evelin Sabará

20/09 (Segunda-feira)

*15h30 – Praça Central / Abdon Batista

Em caso de chuva: salão paroquial da igreja

21/09 (Terça-feira)

*15h – Praça da Amizade / Celso Ramos

Em caso de chuva: Centro Comunitário

22/09 (Quarta-feira)

*14h – Praça Central em frente à Prefeitura / Anita Garibaldi

Em caso de chuva: Ginásio Municipal José Pereira Neves

23/09 (Quinta-feira)

*19h30 – Praça Lauro Müller / Campos Novos

Em caso de chuva: Ginásio Estadual Paulo Blasi – Rua Pedro Carlos

spot_img
spot_img