20.7 C
fpolis
sexta-feira, dezembro 3, 2021
cinesytem

Funcine libera R$ 243 mil para o cinema de Florianópolis

spot_imgspot_img

Funcine libera R$ 243 mil para o cinema de Florianópolis

spot_img

A presidente do Fundo Municipal de Cinema de Florianópolis (Funcine), Cláudia Cárdenas, assinou nesta semana os convênios para funcionamento de cinco cineclubes em Florianópolis, para custeio de duas edições da revista de cinema Lado Ce para a realização do projeto Labor Ilha e de três festivais. O montante é de R$ R$ 243.376,00 e a liberação do valor será feita em duas cotas, no primeiro e segundo semestre.

Entre os cineclubes, há dois estreantes: O Cine Esfera, na Fundação Hassis, em Itaguaçu, que começou a funcionar em abril com sessões temáticas, e o Cine D, abrigado na Associação em Defesa dos Direitos Humanos com Enfoque na Sexualidade, localizado na sede da entidade, na rua Trajano, no Centro de Florianópolis, com filmes voltados para discussão de gênero.

Outros três cineclubes já funcionam há pelo menos dois anos. É o caso do Cine Ieda Beck, sediado na Travessa Ratclif, no Centro, com exibições de filmes produzidos principalmente em Santa Catarina; Cine Pitangueira, da Lagoa da Conceição, com ciclos de longas nacionais e estrangeiros; e Cine Dona Chica, que funciona num rancho de pescador na praia do Campeche, e exibe uma programação variada, privilegiando curta-metragens.

A revista Lado C, editada por Fábio Brüggemann, vai para quarta e quinta edição. Foi criada para estimular a escrita sobre cinema em Santa Catarina, com o objetivo de atingir públicos distintos, interessados tanto em matérias informativas quanto em ensaios visuais e artigos acadêmicos. Já o projeto Labor Ilha prevê a criação e montagem de um laboratório de revelação de filmes na Cinemateca Catarinense com pesquisa, debate e exibição.

Para o segundo semestre, por meio de convênios, o Funcine vai liberar recursos para três festivais: 15ª Mostra de Vídeos Catarinenses (Catavídeo), 7ª Mostra Latino Americana de Animação A Caverna e o 2º Festival Audiovisual Catarinense (FAÇA). Os recursos dos convênios são provenientes de 5% de Imposto Sobre Serviços arrecadados pelas salas de cinema e repassados pela Prefeitura Municipal de Florianópolis.

spot_img
spot_img