18.5 C
fpolis
terça-feira, setembro 28, 2021
cinesytem

Globo Repórter de hoje apresenta histórias de pessoas centenárias de Florianópolis

spot_img

Globo Repórter de hoje apresenta histórias de pessoas centenárias de Florianópolis

spot_img

O tema do Globo Repórter desta sexta-feira, 9, às 22h20, é longevidade e uma parte do programa contará a história de três mulheres que passaram dos 100 anos e vivem em Florianópolis.

A reportagem tem como base uma pesquisa feita pela Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), que analisou o estilo de vida de 30 idosos centenários da Capital catarinense sendo que, deste número, 25 são mulheres.

O otimismo e o bom humor, de acordo com o estudo, são os principais combustíveis para ultrapassar com saúde um século de vida.

Segundo as pesquisadoras, a maioria dos centenários é ativa exatamente porque demonstra satisfação pela vida e não se deixa abater com facilidade pelos problemas do dia a dia. Eles têm uma capacidade incrível, enfrentam e superam as dificuldades com otimismo.

A repórter Kíria Meurer entrevistou centenárias como a dona Inácia Chaves, de 105 anos, e Otília Garofallis, que, por coincidência, faz 102 anos nesta sexta-feira.

Para fazer o estudo, as pesquisadoras Giovana Zarpellon Mazo, Márcia Zanon Benetti e Inês Amanda Streit acompanharam o dia a dia de 30 idosos com mais de cem anos identificados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A população com essa idade cresce no mundo e, no Brasil, já soma quase 25 mil pessoas. Os centenários de Florianópolis surpreenderam: 80% deles ainda vivem com boa dose de independência.

Foto: Sérgio Vargas (auxiliar técnico), dona Inácia Chaves, de 105 anos, Márcia Zanon Benetti (pesquisadora), Kíria Meurer (repórter) e Jean Souza (cinegrafista) / Divulgação

spot_img
spot_img

Leia mais