20.4 C
fpolis
quarta-feira, dezembro 1, 2021
cinesytem

Ícone do Carnaval de Florianópolis é relembrada por alunos da Estácio de Sá

spot_imgspot_img

Ícone do Carnaval de Florianópolis é relembrada por alunos da Estácio de Sá

spot_img

Vídeo produzido por acadêmicas da Estácio aborda a história de Nega Tide

A Cidadã-Samba Erotides Helena, a Nega Tide, em vida ganhou o título de Eterna, e recebe agora o nome de “Absurda”, no Trabalho de Conclusão de Curso em Jornalismo das acadêmicas Bárbara Nunes e Celina Keppeler, na Estácio de Sá. A brilhante história da sambista será contada por meio de depoimentos de grandes nomes do Carnaval e da política de Florianópolis, familiares e outras pessoas que conviveram com ela. O trabalho também reúne entrevistas cedidas pela RBSTV e pela TV Câmara de Florianópolis, além de fotografias dos fotógrafos Rubens Flôres, Hermínio Nunes e do álbum de família de Tide.

Nega Tide tornou-se ícone do Carnaval de Florianópolis após romper barreiras raciais e sociais, além de ser portadora de uma personalidade única. Além de samba no pé, e gingado nas cinturas, Tide foi uma verdadeira militante política que conquistou respeito e a visibilidade do “morro”, do negro e da mulher.

O documentário em vídeo “Absurda: a história da eterna cidadã-samba de Florianópolis” tem aproximadamente 26 minutos de duração e será apresentado à banca no próximo dia 29, às 19h, no auditório da Faculdade Estácio de Sá, Barreiros, São José. Os orientadores do trabalho são os professores Ricardo Medeiros e Regina Zandomênico. O evento é aberto ao público.

spot_img
spot_img