23.3 C
fpolis
sexta-feira, dezembro 3, 2021
cinesytem

Maratona Cultural de Florianópolis recebe inscrições de 1.014 artistas do Brasil e do exterior

spot_imgspot_img

Maratona Cultural de Florianópolis recebe inscrições de 1.014 artistas do Brasil e do exterior

spot_img

A produção da Maratona Cultural de Florianópolis divulgou nesta segunda-feira, 7, o número de artistas inscritos para participar da edição 2013 do maior evento multicultural realizado em Santa Catarina, em um processo virtual encerrado no último dia 30 de dezembro. Ao todo, 1.014 artistas de todo o Brasil e do exterior enviaram seu material, superando a expectativa da organização.

O evento está marcado para ocorrer entre os dias 22 e 24 de março – dia 23 é aniversário da cidade – em diversos pontos da Capital. Agora, os artistas e grupos inscritos serão avaliados pela equipe de curadores da Maratona Cultural de Florianópolis.

O processo de análise será comandado por nove profissionais especialistas, que irão dedicar-se à escolha das atrações nos segmentos de Artes Cênicas, Música, Dança, Artes Visuais e Cinema.

Conheça o perfil dos curadores da Maratona Cultural de Florianópolis:

Emerson Gasperin (música): jornalista há 20 anos, escreve sobre bandas e discos, função que desempenhou no jornal O Estado de S. Paulo como repórter e na revista Bizz como editor-chefe – nesta última, ganhou o prêmio Abril de Jornalismo em 2006 pelo perfil da cantora Maria Rita. Já publicou nas revistas “Trip”, “Viagem & Turismo” e “Capricho”.

Ligia Gastaldi (música): formada em Comunicação pela UFSC, começou a trabalhar cedo em televisão e hoje é repórter especializada em cultura e comportamento. Depois de 23 anos na reportagem, passou a coordenar a TVCOM, pelo período de três anos. Atualmente, é editoria chefe adjunta do Jornal do Almoço, da RBSTV.

Marisa Naspolini (artes cênicas): atriz, diretora, professora e produtora cultural, é graduada em jornalismo, analista de movimento pelo Laban/BartenieffInstitute de Nova York, mestre e doutoranda em teatro. Estudou teatro na França e na Itália. Preside a Áprika Cooperativa de Arte e coordena em Florianópolis o Vértice Brasil – encontro e festival internacional de teatro feito por mulheres, ligado ao Projeto Magdalena.

Flávia Janiaski (artes cênicas): mestre em Teatro pela Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) e graduada em Artes Cênicas pela mesma universidade. Trabalhou como professora colaboradora na mesma instituição na área de Produção Cultural e Teatro Educação por seis anos, atuando como Coordenadora Geral do Estágio de Centro de Artes/UDESC por um ano. Atualmente é Professora Efetiva da Universidade Federal da Grande Dourados – MS no curso de Licenciatura e Bacharelado em Artes Cênicas.

Marta Cesar (dança): formou-se na Escola Municipal de Bailados em São Paulo, onde desenvolveu carreira artística no Balé da Cidade de São Paulo até 1994. Especialista em Dança Cênica pela UDESC, vive em Florianópolis desde 2001 e lecionou dança contemporânea no Centro Integrado de Cultura até 2009. Dirigiu a Ateliê Cia. da Dança e o Multipla Dança -Festival Internacional de Dança Contemporânea e foi vice-presidente da APRODANÇA (2010/2011). É suplente da representante da região sul no Colegiado Setorial de Dança (Minc/FUNARTE) e Presidente do Conselho Municipal de Políticas Culturais de Florianópolis.

Bia Mattar (dança): formada em dança clássica pela Escola de Ballet Evelyn, em São Bernardo do Campo (SP), frequentou diversos cursos ao longo de sua carreira no Brasil e Estados Unidos. É reconhecida nacional e internacionalmente pela sua atuação com o sapateado. Foi presidente da Associação Profissional de Dança de Estado de Santa Catarina (APRODANÇA) e membro do Conselho Estadual de Cultura. Dirigiu o Centro Integrado de Cultura (CIC) de 2004 a 2007. Representa a dança na Comissão de Políticas Culturais de Florianópolis e é representante da macrorregião Sul do Colegiado de Dança, vinculado ao Conselho Nacional de Políticas Culturais.

Guto Lima (cinema): jornalista, possui mais de dez anos de trabalho com produção cultural, além de programas de TV e documentários, com destaque para “Luiz Henrique Rosa – no balanço do mar”, entre outros. É coordenador de produção da Mostra de Vídeos Catarinenses (CATAVÍDEO). Foi membro do Conselho Estadual de Cultura, representando a Associação Cultural Cinemateca Catarinense/ABD-SC. Atuou como Diretor Financeiro da Cinemateca Catarinense e atualmente é tesoureiro da Associação Brasileira de Documentaristas e Curtametragistas (ABD Nacional), pelo segundo mandato consecutivo.

Sofia Mafalda (cinema): produtora cultural, atua na direção de produção cinema, além de curadora e cineclubista, há cerca de 10 anos. Já esteve à frente da Cinemateca Catarinense, em 2009 e 2010. Também foi responsável pela fundação e curadoria dos Cineclubes Ieda Beck e Dona Chica, respectivamente em 2009 e 2011.Atualmente trabalha no Fundo Municipal de Cinema (Funcine), na função executiva desde setembro 2010.

Marina Baldini (artes visuais): formada em Arquitetura e Urbanismo, fundou em 2007 a COR Galeria de Arte.Desde então já foram realizadas 31 exposições entre individuais e coletivas. Além da curadoria da COR Galeria foram realizadas curadoria nos seguintes eventos:“Projeto Santa Catarina na Fita Tape”, realizado em Julho de 2011. Porto Alegre – RS, participação de 12 artistas.“Projeto Tainhas na Rede”, realizado em 2012 em Jurerê Internacional (Florianópolis SC) com a participação de 28 artistas.

spot_img
spot_img