20.7 C
fpolis
sexta-feira, dezembro 3, 2021
cinesytem

Pacto por Santa Catarina vai revitalizar 43 quilômetros de rodovias em três municípios da Grande Florianópolis

spot_imgspot_img

Pacto por Santa Catarina vai revitalizar 43 quilômetros de rodovias em três municípios da Grande Florianópolis

spot_img

O governador Raimundo Colombo, o vice Eduardo Pinho Moreira e o secretário de Estado da Infraestrutura, Valdir Cobalchini, assinaram nesta segunda-feira, 4, editais para a revitalização de quatro trechos das rodovias estaduais na região da Grande Florianópolis. Com investimentos de R$ 5 milhões, as obras do programa Pacto por Santa Catarina vão melhorar mais de 43 quilômetros de estradas nos municípios de Tijucas, São João Batista e Nova Trento. Também será construído um Posto da Polícia Rodoviária Estadual (PRE). “É importante para nós poder assinar uma série ações e editais para a realização de obras que mantenham a qualidade de vida no nosso estado”, afirmou Colombo.

Para solucionar os problemas mais críticos de acidentes das rodovias que ligam os municípios de Tijucas a Nova Trento, o Governo do Estado vai revitalizar dois trechos da SC-410, um de 6,97 quilômetros entre Nova Trento e São João Batista, no valor de R$ 768 mil, e outro de 20,7 quilômetros entre São João Batista e Tijucas, no valor de R$ 2,6 milhões. “Essa rodovia possui registros de acidentes graves e a população pede por reparos e sinalização. Nos finais de semana, o fluxo aumenta devido ao turismo religioso no Santuário Santa Paulina”, comentou o secretário regional de Brusque, Jones Bosio.

Também foram autorizadas as revitalizações do trecho de 9,3 quilômetros da SC-108 até a entrada da SC-410, em São João Batista, no valor de R$ 975 mil, e o da rodovia AE410A até a entrada da SC-408, de Claraíba até Nova Trento, no valor de R$ 706 mil, com extensão de 6,9 quilômetros.

Foi assinado ainda o edital para a instalação de um Posto da Polícia Rodoviária Estadual na rodovia SC-411, no trecho entre Tijucas e Nova Trento, hoje uma das mais movimentadas rodovias de Santa Catarina e uma das que oferecem maior perigo, segundo dados da PRE. “É um antigo pedido da comunidade regional e, em especial, de Tijucas, devido ao tráfego nas direções de São João Batista, polo calçadista do Estado, e Nova Trento, onde está o turístico santuário”, disse Colombo.

Cobalchini lamentou que o número de vítimas fatais tem sido crescente nos últimos anos. “O tráfego aumentou e nossas rodovias ainda são as mesmas. Um diagnóstico da PRE identificou 127 pontos críticos em diversas rodovias estaduais e, com esses dados, fizemos projetos para resolver em 100% os problemas apresentados.”

spot_img
spot_img