21.5 C
fpolis
quinta-feira, outubro 21, 2021
cinesytem

Permanece a condição de chuva forte e Defesa Civil alerta para o risco de deslizamentos de terra

spot_img

Permanece a condição de chuva forte e Defesa Civil alerta para o risco de deslizamentos de terra

spot_img

A alta umidade e o forte calor registrados nas últimas 24 horas, provocaram temporais isolados, com chuva forte, causando estragos em alguns municípios catarinenses. Em Florianópolis, um deslizamento ocasionou a queda de um muro de contenção sobre uma residência e colocou em risco outras três no bairro Saco dos Limões. Duas pessoas  ficaram sob os escombros neste deslizamento, sendo que um homem de 21 anos acabou morrendo. O Corpo de Bombeiros, Defesa Civil Municipal e Coredec estão prestando auxílio nos locais.

Até às 8h30 os registros de chuva foram de 82 mm em Florianópolis, 69 mm em Palhoça, 68 mm em São José e 64 mm em Itapema. Há previsão de continuidade de chuva na Grande Florianópolis. A Defesa Civil alerta para o risco de Inundações, alagamentos e deslizamentos de terra.

Em São José, também foi registrado deslizamentos de terra, que ocasionou a queda de um muro sobre residência. Até às 8h30m, foram contabilizados quatro desalojados e uma residência afetada.

Previsão para hoje:

A previsão da Epagri/Ciram indica predomínio de nuvens com aberturas de sol no decorrer do dia em parte SC. Na Grande Florianópolis, Vale do Itajaí e Litoral Norte, pancadas de chuva pela manhã, mais intensas e persistentes na região da Grande Florianópolis. No decorrer da tarde, pancadas de chuva e temporais de verão na maioria das regiões. A temperatura segue elevada com sensação de ar abafado devido à alta umidade do ar.

Recomendações da Defesa Civil SC:

Tempestades com descargas elétricas (raios), vento e granizo: Permanecer em local seguro e não transitar em locais abertos, próximo a árvores, placas publicitárias ou objetos que possam ser arremessados. Se houver granizo é aconselhável que as pessoas se protejam em lugares com boas coberturas, ao exemplo dos banheiros das residências, fechar janelas e portas, e não manusear nenhum equipamento elétrico ou telefone devido aos raios e relâmpagos.
Inundações/Alagamentos: Evitar o contato com as águas e não dirigir em lugares alagados. Evitar transitar em pontilhões e pontes submersas e cuidado com crianças próximas de rios e ribeirões.

Deslizamentos de terra: deve ser observada qualquer movimento de terra ou rochas próximas a suas residências, inclinação de postes e árvores e rachaduras em muros ou paredes. Neste caso, é recomendável que a família saia de casa e acione a Defesa Civil municipal ou o Corpo de Bombeiros.

Qualquer problema deve ser comunicado à coordenadoria municipal de Defesa Civil, através do telefone de emergência 199 ou para o Corpo de Bombeiros, no número 193. A Defesa Civil do Estado conta com atendimento de 24 horas, com equipes de prontidão.

Qualquer problema deve ser comunicado à coordenadoria municipal de Defesa Civil, através do telefone de emergência 199 ou para o Corpo de Bombeiros no número 193. 

As informações são da Assessoria de Comunicação do Governo do Estado.

spot_img
spot_img