18.8 C
fpolis
terça-feira, outubro 19, 2021
cinesytem

Prefeitura reformará todos os trapiches da Ilha

spot_img

Prefeitura reformará todos os trapiches da Ilha

spot_img

A Prefeitura de Florianópolis e a Associação Catarinense de Marinas, Garagens Náuticas e Afins (ACATMAR) iniciaram estudos para executar uma série de projetos a fim de fazer com que Florianópolis deixe de ser uma cidade “de costas para o mar”.

O trabalho deve iniciar com a reforma e restauração de todos os trapiches que já existem na Ilha – nas praias de Canasvieiras, Jurerê, Sambaqui, Santo Antônio de Lisboa, Costeira do Pirajubaé e Beira-Mar Norte -, todos atualmente sem condições ideais para atracação de embarcações.

Além disso, a prefeitura e a ACATMAR firmarão parceria para o balizamento das baías Norte e Sul, para a sinalização dos pontos que oferecem risco à navegação e para o ordenamento náutico nas praias, com a demarcação clara e eficiente de locais destinados a embarcações e banhistas.

Em reunião na manhã desta quinta-feira,11, o presidente da ACATMAR, Mané Ferrari, apresentou ao prefeito Cesar Souza Júnior e à secretária de Turismo do município, Maria Claudia Evangelista, o projeto de instalação de um píer flutuante na Avenida Beira-Mar Norte. A estrutura conta com o que há de mais moderno no mundo, já que não exige qualquer tipo de estrutura fixa, minimizando o impacto ambiental.

Além disso, o presidente da ACATMAR também apresentou o projeto “Naufrágios Controlados”, atividade que há décadas é utilizada em grandes centros turísticos do mundo. O projeto consiste em naufragar embarcações antigas em pontos específicos da Ilha de Santa Catarina, fomentando com isso o turismo de observação submarina.

Outro projeto apresentado ao prefeito foi o de ocupação e dragagem do trecho da Baía Norte na região da Costeira do Pirajubaé, com a instalação de píeres e equipamentos de lazer. Todos os projetos foram protocolados pela secretária Maria Claudia no Ministério do Turismo, em Brasília, nesta quarta-feira, 10.

spot_img
spot_img