27 C
fpolis
quinta-feira, janeiro 27, 2022
cinesytem

Projeta Brasil Cinemark comemora uma década de incentivo ao cinema nacional

Projeta Brasil Cinemark comemora uma década de incentivo ao cinema nacional

spot_img

Em 9 de novembro (segunda-feira), será realizada a 10ª edição do Projeta Brasil Cinemark. Na data, todas as salas da Rede no país – incluindo as do Floripa Shopping (www.floripashopping.com.br) – exibirão apenas filmes brasileiros recentes, com ingressos a R$ 2. Toda a verba arrecadada no dia será revertida para projetos de incentivo ao cinema nacional.

NA SEGUNDA-FEIRA, DIA 9 DE NOVEMBRO, A REDE EXIBE EXCLUSIVAMENTE FILMES NACIONAIS EM SUAS 410 SALAS DE SEUS 50 COMPLEXOS

Em 2009, o Projeta Brasil Cinemark comemora 10 anos. Neste tempo, já passaram pelas salas da Rede cerca de 1 milhão e 400 mil espectadores, que assistiram as principais produções brasileiras em seus mais variados gêneros: comédia, ficção, romance e documentário, neste dia dedicado exclusivamente ao cinema nacional. A edição deste ano, o X Projeta Brasil Cinemark, acontece na segunda-feira, dia 9 de novembro. As 410 salas dos 50 complexos da Rede no país exibirão somente filmes nacionais – lançados entre novembro de 2008 e outubro de 2009 -, com ingressos custando apenas R$2.

Entre os longas-metragens desta edição estão títulos como “Se Eu Fosse Você 2”- a maior bilheteria de produção nacional de 2009 – e “Tempos de Paz”, de Daniel Filho; “Os Normais 2 – A Noite Mais Maluca de Todas”, de José Alvarenga Jr.; “O Contador de Histórias”, de Luiz Villaça; “Feliz Natal”, de Selton Mello; e “A Mulher Invisível”, de Cláudio Torres.

A campanha publicitária do X Projeta Brasil é estrelada pelo ator Cauã Reymond, presente nos filmes “Divã”, de José Alvarenga Jr., e “À Deriva”, de Heitor Dhalia, que também serão exibidos no dia dedicado ao cinema nacional. Ele convida o público para assistir ao melhor da recente produção brasileira, no dia 9 de novembro, nos cinemas da Rede Cinemark.

Desde 2000, a Rede Cinemark reserva uma segunda-feira de novembro para se dedicar exclusivamente ao cinema nacional. Toda a verba obtida com a venda dos ingressos é revertida para projetos ligados à indústria cinematográfica, como premiação de longas e curtas-metragem, apoio a festivais, restauração de cópias, realização de campanhas e outros. Esta iniciativa da maior rede operadora de cinemas do país é uma homenagem à produção nacional e uma forma de aproximar o público de cinema dos filmes brasileiros.

– Nós acreditamos na força do cinema nacional. Prova disso é que temos investido no seu crescimento, seja criando projetos de incentivo, apoiando festivais e ações de divulgação, abrindo novas salas e reformando as antigas. O Projeta Brasil resume este esforço e demonstra nossa confiança e compromisso com o cinema brasileiro. É gratificante completar uma década de uma ação de sucesso como o Projeta Brasil que consegue, com parcerias, levar ao público grandes produções a um preço acessível. E toda renda é investida em ações de apoio a festivais, a jovens realizadores, campanhas, restaurações – diz a diretora de marketing da Rede Cinemark Brasil, Bettina Boklis.

Filmes do Projeta Brasil 2009

O X Projeta Brasil traz filmes de todos os gêneros, para todas as idades. Abaixo, alguns longas-metragens participantes deste ano:

• À Deriva, de Heitor Dhalia
• A Mulher do Meu Amigo, de Cláudio Torres
• A Mulher Invisível, de Cláudio Torres
• Bela Noite para Voar, de Zelito Vianna
• Besouro, de João Daniel Tikhomiroff
• Budapeste, de Walter Carvalho
• Cocoricó – As Aventuras na Cidade, de Fernando Gomes
• Dias e Noites, de Beto Souza
• Divã, de José Alvarenga Jr.
• Embarque Imediato, de Allan Fiterman
• Federal, de Erik de Castro
• Feliz Natal, de Selton Mello
• Herbert de Perto, de Roberto Peliner e Pedro Bonz
• Jean Charles, de Henrique Goldman
• Mamonas – O Documentário, de Claudio Khans
• Normais 2 – A Noite Mais Maluca de Todas, de José Alvarenga Jr.
• O Contador de Histórias, de Luiz Villaça
• O Menino da Porteira, de Jeremias Moreira
• O Sal da Terra, de Eloi Pires
• Orquestra dos Meninos, de Paulo Thiago
• Romance, de Guel Arraes
• Salve Geral, de Sérgio Rezende
• Se Eu Fosse Você 2, de Daniel Filho
• Simonal – Ninguém Sabe o Duro que Dei, de Claudio Manoel
• Tempos de Paz, de Daniel Filho
• Terra Vermelha, de Marco Bechis
• Titãs – A Vida Até Parece uma Festa, de Branco Mello e Oscar Rodrigues Alves
• Verônica, de Maurício Farias

Renda investida na produção nacional

O Projeta Brasil tem duas vertentes. De um lado, atrai o público para o filme brasileiro, através da movimentação em torno do evento e do preço promocional, a R$ 2. De outro, gera verba que é investida no incentivo ao cinema nacional. A renda integral deste dia é usada no decorrer dos 12 meses seguintes. Alguns exemplos do investimento realizado nos últimos anos:

• Realização e premiação do Brasil em Cartaz em 2009, destinado aos universitários de cinema de São Paulo e do Rio de Janeiro;
• Investimentos na Academia Brasileira de Letras;
• Apoiou e entregou prêmios no Festival É Tudo Verdade em 2008 e 2009;
• Apoiou o São Paulo Filme Comission na realização do Festival de Ribeirão Preto 2008 e 2009;
• Investimentos no Cineclube da Escola de Comunicação e Arte, da USP;
• Preservação do Acervo da Cinemateca do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro através da compra de novas latas para armazenagem dos filmes;
• Remodelação da Sala de Cinema do Centro Cultural de São Paulo;
• Desde 2002, participa do Festival Internacional do Rio, entregando o Prêmio Projeta Brasil Cinemark de “Melhor Longa de Ficção” e de “Melhor Longa Documentário” eleito pelo júri popular;
• Entre 2001 e 2007, a Cinemark participou do Festival de Gramado, além de apoiar a realização do evento, entregou o Prêmio Projeta Brasil Cinemark de “Melhor Filme” eleito pelo júri popular;
• Participação no Festival de Brasília com entrega do Prêmio Projeta Brasil de Melhor Filme segundo o júri popular;
• Em 2003, a Cinemark firmou parceria com a Universidade de São Paulo (USP) e criou o Prêmio Imagem Cinemark, que hoje premia jovens estudantes de cinema da USP, Universidade Federal Fluminense (UFF) e Universidade de Brasília (UNB);
• Entrega do Prêmio Projeta Brasil Cinemark para o melhor curta-metragem eleito pelo júri popular no Festival de Cinema de Ribeirão Preto;
• Criação do Projeto Frame a Frame, em parceria com a Associação Brasileira de Documentaristas e Curta-Metragistas (ABD) – São Paulo, com premiação de curtas em 2004 e 2005;
• Apoiou a edição de 2003 do Congresso Brasileiro de Cinema;
• Apoiou as edições 2003 e 2004 da entrega do Grande Prêmio da Academia Brasileira de Cinema

A Rede Cinemark no Brasil

Precursora e especializada no conceito multiplex no país, a Rede Cinemark chegou ao Brasil em 1997 e já está inserida no Distrito Federal e em 13 estados: Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Rio Grande do Norte, São Paulo, Sergipe, Goiás, Santa Catarina, Espírito Santo, Bahia e Amazonas. É da Rede Cinemark a primeira sala de cinema em 3D da América do Sul, no Shopping Eldorado, em São Paulo, que segue o padrão exigido pelos grandes estúdios americanos. Além desta, a Rede conta com mais 36 salas 3D: Rio de Janeiro (Shopping Downtown e Botafogo Praia Shopping), Niterói (Plaza Shopping), Florianópolis (Floripa Shopping), Curitiba (Shopping Mueller), São José dos Campos (Shopping Colinas e Center Vale Shopping), Porto Alegre (BarraShoppingSul e Bourbon Shopping Ipiranga), Goiânia (Flamboyant Shopping), Belo Horizonte (Cineplex BH Shopping e Pátio Savassi), Manaus (Studio 5 Festivall Mall), Campinas (Iguatemi Campinas), Santo André (ABC Plaza), Brasília (duas no Pier 21), Salvador (Salvador Shopping), Barueri (Shopping Tamboré), São Paulo (Market Place, Shopping Center Norte, Shopping Iguatemi, Shopping D, Shopping Interlar Aricanduva, Shopping Metrô Santa Cruz, Shopping Pátio Paulista, Shopping Pátio Higienópolis, Shopping Metrô Tatuapé, Central Plaza Shopping, Shopping Eldorado, Shopping Villa-Lobos e Shopping SP Market), Vitória (Shopping Vitória), Taguatinga (Taguatinga Shopping), Santos (Praiamar Shopping) e Guarulhos (Internacional Shopping). Em 2008, a empresa recebeu cerca de 28 milhões de espectadores para assistir aos filmes brasileiros e estrangeiros, gerando uma receita bruta de cerca de R$ 370 milhões.

spot_img
spot_img