13 C
fpolis
terça-feira, maio 17, 2022
Cinesystem Villa Romana Shopping

Queimadas destroem vegetação em Florianópolis

spot_img

Queimadas destroem vegetação em Florianópolis

spot_imgspot_img

Bombeiros tiveram dificuldades para conter um incêndio que destruiu cinco quilômetros de mata nativa em dois morros

Quando os vizinhos Manoel de Souza e Calírio Roman Florindo perceberam a fumaça, não houve dúvidas. Subiram o Morro da Fortaleza, próximo à Barra da Lagoa, na Capital, para combater o incêndio.

Durante todo o dia, moradores e Corpo de Bombeiros tiveram dificuldades para conter a queimada, que começou na encosta do Morro da Galheta e terminou no Morro da Fortaleza, atingindo cerca de cinco quilômetros de vegetação.

– Recebemos a ocorrência às 9h. O fogo foi extinto mas, com o clima seco e a ajuda do vento, ele recomeçou. Aí tivemos de retornar para controlar o incêndio à tarde. Tem muita vegetação seca e pinus, que é um combustível excelente para o fogo – explicou o sargento Claudio Cassio Jacques, comandante da operação.

Os bombeiros usaram abafadores e galões de água para combater as chamas. O helicóptero Arcanjo fez o monitoramento. Desde o dia 22, segundo o chefe de instrução, planejamento e projetos sociais do Corpo de Bombeiros de Florianópolis, tenente Darcio Nunes Filho, foram registrados aproximadamente 60 incêndios na Capital. A maioria provocados por descuidos ou renovação de pastagem.

– É preciso cuidado com objetos deixados nas matas ou proximidades, principalmente com a umidade relativa do ar baixa – alerta.

Desde 22 de agosto, foram registrados cerca de 60 incêndios em matas na Capital.

(Por MELISSA BULEGON, DC, 31/08/2010)

spot_img