22.6 C
fpolis
terça-feira, outubro 26, 2021
cinesytem

Rodrigo Piva faz show dia 14 de abril no TAC

spot_img

Rodrigo Piva faz show dia 14 de abril no TAC

spot_img

O cantor e compositor mostra sua brasilidade no show que marca o lançamento do terceiro CD Na Garganta do Artista. Pianista, arranjador e compositor Cristovão Bastos é o convidado especial

O cantor e compositor Rodrigo Piva lança em Florianópolis, no TAC (Teatro Álvaro de Carvalho), dia 14 de abril, às 20h, seu terceiro trabalho Na Garganta do Artista, com samba, choro, xote, bossa nova e muito mais. Para acompanhar Rodrigo em suas 12 composições, ninguém menos do que o premiado arranjador, pianista e compositor Cristovão Bastos, que já fez parcerias com Chico Buarque, Tom Jobim, Nana Caymmi, entre outras expressões da Música Popular Brasileira.

No espetáculo ainda as vozes femininas de Juliana Moura e Izabela Soares, e o respaldo de músicos como Luiz Sebastião (violão de 7 cordas e direção musical), Rogério Piva (bandolim e guitarra), Carlos Ribeiro Júnior (baixo elétrico e acústico), Chico Camargo (cavaquinho), Mauro Borghezan (bateria) e Eduardo da Costa, Eduardo Seara e Alexandre Damaria (todos na percussão).
 A produção é de Nani Lobo, da Orth Produções, que traz efeitos inovadores de som e imagem ao palco do TAC.

Rodrigo torce para que chegue logo a hora de mostrar seu novo trabalho. “Nada se compara a uma apresentação ao vivo em que, durante todo o tempo, há uma profunda interação entre o artista e a platéia. Isso faz toda a diferença”, confessa ele, que aos 12 anos já acompanhava o avô sambista Tulio Piva em shows e festivais.

O repertório do show Na Garganta do Artista terá um resgate/ homenagem do samba Tem Que Ter Mulata, de Túlio Piva, canção que ganhou popularidade na voz de Elza Soares, em 1967, além das 12 músicas do novo CD e três do disco anterior Menina de Floripa (2002). Rodrigo quer que sua música alcance outras paragens. Para isso vai disponibilizar gratuitamente em seu site (www.rodrigopiva.com.br) algumas músicas para download.

Geograficamente ele também se mostra mais influenciado por outros ritmos, transcendendo as referências da música popular gaúcha de Nei Lisboa, Kleiton e Kledir, Nelson Coelho de Castro, e o estilo do avô. Um bom exemplo é Dans Tes Yeux, uma bossa escrita em francês, que ganha no show e no disco a voz de Izabela Soares. Juliana Moura solta o gogó em Canto das Águas, do disco Menina Floripa.

Já o talento do irmão Rogério Piva no bandolim pode ser conferido no Samba do Segundo Andar, que reverencia mestres da MPB como Noel, Jacob, Tom e Pixinguinha. Destaque também para Choro Guia, onde a sonoridade das cordas de Rogério se mostra inigualável, em total harmonia.

Rodrigo faz homenagem também a Ary Barroso, Vinicius de Moraes e outros sambistas com os versos “samba de Ary, Tom e Vinicius no balanço do passista… equilibrista…samba, sobrevive na garganta do artista…”. Nessa canção, que é a faixa-título do álbum e que dá nome ao show, o violão de 7 cordas de Luiz Sebastião (co-produtor do CD) faz a diferença, com forte influência no estilo consagrado por Paulinho da Viola, João Bosco e Aldir Blanc.

Foi em Florianópolis, ou Floripa, como gosta de chamar, que Rodrigo Piva encontrou seu caminho musical, influenciado pelas belezas naturais da Ilha. E é para este pedaço de terra perdido no mar dos versos de Zininho, que ele compôs a bossa Você já foi a Floripa?: “Quem nunca foi a Floripa, não sabe onde fica o meu coração…”. Que tal ir ao TAC para conferir?

Serviço:

O quê: Show de lançamento do CD Na Garganta do Artista
Quando: dia 14 de abril
Horário: 20h
Onde: TAC (Teatro Álvaro de Carvalho) – Florianópolis/SC
Quanto: R$ 20,00 (inteira)
CD: R$ 20,00


spot_img
spot_img