18.7 C
fpolis
terça-feira, julho 5, 2022
Cinesystem Villa Romana Shopping

Florianópolis sedia etapa de mobilização social do Ministério da Cultura

Florianópolis sedia etapa de mobilização social do Ministério da Cultura

spot_imgspot_img

A capital catarinense está sediando a etapa de mobilização social e capacitação de lideranças comunitárias na gestão de equipamentos culturais em implantação na região sul e sudeste do Brasil. O curso de formação promovido pelo Ministério da Cultura reúne técnicos da Secretaria de Habitação e Saneamento Ambiental, Fundação Cultural de Florianópolis Franklin Cascaes (FCFFC), e representantes das comunidades da Rocinha (RJ), Vila Nossa Senhora da Luz/CIC (PR), Jardim Nazaré III e Dique Vila Gilda (SP), e do Maciço do Morro da Cruz (SC). As atividades iniciam nesta terça-feira (16/11), com duração programada para sete dias.

O primeiro dia de trabalho abrange a integração, troca de experiências e informação sobre a ação em Florianópolis. De quarta a sexta-feira, os participantes serão apresentados na prática à metodologia do Jogo Oásis, a partir da qual vivenciam um processo de descoberta de talentos, belezas, recursos e sonhos coletivos, fortalecendo as comunidades para decidirem a futura programação do equipamento cultural em parceria com gestores públicos locais. A iniciativa visa à mudança de postura da população em relação aos bens culturais disponibilizados no bairro, incentivando a participação coletiva no uso e gestão dos espaços.

Durante toda a semana (16 a 22), técnicos do Instituto Elos Brasil, parceiro do Programa Mais Cultura, vão apresentar a metodologia para mobilização social em torno dos Espaços Mais Cultura a serem equipados ou construídos em áreas beneficiadas por obras de urbanização do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) – método de ação que pode ser facilmente replicado em outras cidades.

No sábado e domingo (20 e 21), será realizado um mutirão junto aos moradores do Maciço do Morro da Cruz, com participação da comunidade e dos visitantes de outras cidades, além de voluntários. O objetivo é por a “mão na massa” para tornar real um sonho comunitário como, por exemplo, a construção de um parque infantil ou recuperação de praças nos bairros onde serão construídos equipamentos do Programa Mais Cultura. O evento será encerrado na segunda-feira (22), com uma avaliação das atividades e início do desenvolvimento de um desenho de estratégias a serem aplicadas em cada localidade.

Espaços Mais Cultura

Para atender comunidades de periferias e ou pequenos municípios que dispõem de poucos equipamentos culturais, o Ministério da Cultura – por meio do Programa Mais Cultura – vem apoiando a recuperação ou construção de bibliotecas e centros culturais multiuso nessas localidades, obras conhecidas como Espaços Mais Cultura. As iniciativas contempladas são selecionadas via edital ou financiadas por meio de convênios firmados com o Ministério da Cultura e parcerias no âmbito do PAC urbanização.

Os Espaços Mais Cultura abrigam biblioteca, cineteatro e local para oficinas, exposições, entre outras atividades culturais. O objetivo é promover a inclusão cultural utilizando uma estrutura que possa ser cuidada e administrada pela própria comunidade em parceria com prefeituras ou governos estaduais.

No caso de Florianópolis, o Espaço Mais Cultura vai funcionar na área de entorno do Maciço do Morro da Cruz, junto à Fundação Vidal Ramos. O local vai receber o projeto Animando a Cultura da Ilha, que incentiva a formação de jovens da região na área de animação digital e produção de desenhos animados. Para isso, o prédio será reformado pela Prefeitura da Capital e estruturado pelo MinC com equipamentos de ponta para capacitação de novas turmas, podendo abrigar ainda outras atividades de interesse da comunidade.

Serviço:

O Quê: Formação de agentes comunitários das regiões Sul e Sudeste – Programa Mais Cultura/MinC

Quando: Dias 16 e 22/11 no Hotel Itaguaçu, em Capoeiras – Florianópolis
Dias 17 a 21/11 no Maciço do Morro da Cruz, em Florianópolis

spot_img