Florianópolis, 18 de julho de 2024

Carnaval 2024: Cuidados com a visão garantem uma folia segura e saudável

spot_img

Senna, minissérie produzida pela Gullane, estreia na Netflix em 29 de novembro

Protagonizada por Gabriel Leone, superprodução sobre a vida e...

Crédito rural e a sustentabilidade no agronegócio brasileiro

Manter o fluxo de crédito é essencial para modernizar...

Pesquisa e especialização de profissionais são essenciais para avanço da Saúde  

Cursos de Mestrado e Doutorado do Programa de Pós-Graduação...

CredCrea celebra 20 anos com retomada do tradicional Costelão CredCrea

Cooperativa de crédito de Florianópolis fundada por engenheiros e...

Compartilhe

Especialista destaca medidas essenciais para proteger os olhos durante o Carnaval

Dizem que o ano só começa, de fato, depois do Carnaval. E ele está chegando, mas é preciso atenção redobrada com os olhos neste período intenso de festas. A médica oftalmologista Mara Nishimura, do Hospital de Olhos de Florianópolis (HOF), recomenda atitudes simples mas que podem evitar problemas complicados: usar óculos de sol com proteção UVA/UVB, aplicar maquiagem de boa procedência, não compartilhar objetos pessoais como pincéis e lápis de olho para não pegar uma doença contagiosa, como a conjuntivite. 

Outro item que faz parte da cultura carnavalesca e é indispensável para os foliões é o glitter. A purpurina é uma variedade de pedaços de plásticos, folhas de alumínio, dióxido de titânio, óxidos de ferro, oxicloreto de bismuto e outros materiais pintados. Nada disso faz bem para a visão, ou seja, é preciso ter paciência na hora de aplicar o produto perto dos olhos para não prejudicá-los. “A dica é fazer a make com antecedência, escolher um produto de boa procedência e aplicá-lo com cuidado para não cair nos olhos”, afirma Mara.

“Também vale reforçar que após o dia de folia é muito importante que a maquiagem seja totalmente removida antes do descanso. Utilize algodão e produtos demaquilantes específicos, não use a força e nem esfregue muito a região dos olhos. Após todo esse processo, lave o rosto com sabonete neutro e água”, orienta a médica. 

Em caso de reação alérgica, é importante que o paciente lave bem os olhos e suspenda o uso do cosmético. Se os sintomas persistirem, é necessário procurar um médico oftalmologista. 
Foto da dra. Mara: Fernando Willadino

Outras fotos: banco de imagem