16.8 C
fpolis
domingo, outubro 17, 2021
cinesytem

Cena 11 estreia projeto SIM em Florianópolis

spot_img

Cena 11 estreia projeto SIM em Florianópolis

spot_img

Na obra bailarinos e plateia ocupam o mesmo ambiente, tornam-se cúmplices, objetos das ações e movimentos propostos. Descontroem sentidos, relocam outros

SIM pode ser não. A ideia de desconstrução está presente na proposta do Grupo Cena 11 na obra “SIM >ações integradas de consentimento para ocupação e resistência”, que leva o público a novas possibilidades de sentidos. Convida o espectador a romper a estática de testemunhar a obra, cria jogos de posicionamento, pontos de observações, de emoções e dramaturgia coreográfica. O espetáculo estreia nos dias 12, 13 e 14 de abril, no Teatro Pedro Ivo, em Florianópolis (SC).

O projeto “SIM: ações integradas de consentimento para ocupação e resistência” tem o objetivo de reorientar o modo de utilização do espaço cênico, seu entendimento de posicionamento de plateia e suas perguntas sobre como definir dança. Bailarinos e plateia ocupam o mesmo ambiente num processo de investigação que comportam dois objetivos centrais da pesquisa do Grupo Cena 11: adaptabilidade e relocamento das funções de um corpo. “É uma das obras mais complexas e difíceis que a gente fez”, revela Alejandro Ahmed, coreógrafo da Cia.

A experiência do Projeto SIM resiste à solenidade do espetáculo ao possibilitar um local de produção para novas ferramentas de pesquisa, ocupando e opondo-se ao ambiente criado. A plateia é inserida nos métodos da companhia e interfere na dança a ser criada. A ação relacional entre coreografia e público modifica estados emocionais, comportamentais e adaptativos, ao mesmo tempo que constrói a dramaturgia da performance. Por meio de ferramentas rústicas o grupo direciona novas possibilidades de sentido e desmonta a cordialidade que o espetáculo tem com o seu agente: espectador e ator.

SIM parte da relação entre forma e função, desconfigurando o código de algo para redefinir seu design. Tem efeito na obra de reorientar formalmente um corpo e adaptá-lo a um novo papel. Indagações de espaço e ação – Ocupar o quê? Resistir a quê? – redimensionam significados no corpo. Ocupa-se o lugar que instantaneamente oferece identidade na sua forma e função, determina-se assim um novo design.

Processo Construtitvo

O Grupo Cena 11 iniciou o estudo investigativo através de uma residência artística com a Impure Company (Noruega/Iran), em 2008. Um ano após, a Cia aprofundou sua pesquisa pautada na intersecção e inferência direta do público, fase que denominou de Plateia Teste. A série de ações envolvendo esta etapa aconteceu em São Paulo, Santos e em Florianópolis, onde foram realizadas 20 apresentações. E também coletados os últimos estímulos e estratégias coreográficas para a concepção final do Projeto SIM.

O SIM, que esteve em constante modificação, concluiu suas experiências em seu formato final com estreia em São Paulo, no SESC Santana. Contou com o apoio da Lei de Incentivo à Cultura do Ministério da Cultura e Patrocínio da Petrobras, uma vez que é através de editais e leis de incentivo que o Grupo Cena 11 tem a possibilidade de fazer a manutenção cotidiana de suas pesquisas, criações e apresentações.

A estreia do SIM em Florianópolis é esperada desde as apresentações do SIM Ação#02/ Plateia Teste realizado em abril de 2010, onde o público da cidade teve participação decisiva aos estudos finais desta montagem.

FICHA TÉCNICA

Direção artística e coreografia:

Alejandro Ahmed

Elenco e coreografia:

Adilso Machado

Aline Blasius

Cláudia Shimura

Jussara Belchior

Karin Serafin

Leticia Lamela

Marcos Klann

Mariana Romagnani

Ambientação cênica e sonora:

Hedra Rockenbach

Figurinos:

Karin Serafin

Criação e operação video:

Alejandro Ahmed

Fotos e operação de câmera:

Cristiano Prim

Material gráfico:

Pedro Franz

Assessoria de Imprensa:

Luciana de Moraes (48) 9982-5750

Cabelos:

Robson Vieira

Interlocução teórico-prática:

Fabiana Dultra Britto

Sede e Preparação técnica:

Academia Catarinense de Ginástica

Co-produção:

SESC SP

Patrocínio:

Petrobras


Serviço:

SIM > AÇÕES INTEGRADAS DE CONSENTIMENTO PARA OCUPAÇÃO E RESISTÊNCIA

Local: Teatro Pedro Ivo

Rodovia SC – 401, 4.600

Dias: 12, 13 e 14 de abril

Sessões às 19h30min e 21h30min

Classificação indicativa: 14 anos.

A plateia é formada por um grupo de 40 pessoas.
Duração: 60 minutos

Ingressos: R$2,00 inteiro, meia entrada para estudantes. À venda na Bilheteria do Teatro Pedro Ivo uma hora antes de cada sessão.

spot_img
spot_img