19.4 C
fpolis
quarta-feira, maio 18, 2022
Cinesystem Villa Romana Shopping

Em Florianópolis: Maior obra rodoviária brasileira começou em 2010 e deve ser entregue 13 anos depois

spot_img

Em Florianópolis: Maior obra rodoviária brasileira começou em 2010 e deve ser entregue 13 anos depois

spot_imgspot_img

A maior obra em andamento, de infraestrutura rodoviária no Brasil, fica em Santa Catarina. Trata-se dos acessos que ligam a rodovia BR-101 à região metropolitana continental de Florianópolis, a capital do Estado.

São 50 quilômetros de obras rodoviárias, que contam com quatro túneis duplos, além de mais de 30 estruturas de pontes, viadutos, vias de ligação e passagens de desnível. As obras passam pelos municípios de Palhoça, Biguaçu e São José. O custo é de R$ 3,7 bilhões.

Chamada de “Contorno Viário de Florianópolis”, a obra conta com dois mil trabalhadores.

Confira o vídeo aqui:

Conhecida como “Ilha da Magia”, a capital de Santa Catarina, no Sul do Brasil, é um dos principais destinos turísticos do País. No entanto, o trânsito nas imediações da metrópole é um caos, em especial nas manhãs e finais de tarde. É comum os motoristas demorarem duas horas para acessar a capital, cujo trecho seria cumprido em 20 minutos, não fosse a falta de estrutura viária. A obra em curso vai desviar parte deste trânsito.

Andamento

O senador Esperidião Amin, que já foi governador de Santa Catarina, acompanha as obras. Amin ressalta que as obras estão em andamento num ritmo que possa cumprir a atual meta da conclusão, prevista para dezembro de 2023. “Podemos observar uma boa movimentação nas obras”, diz o senador.

Meio Ambiente

Desde o início, foram inúmeras as alterações no projeto, na maioria das vezes devido a entraves de licenciamento ambiental e desapropriações.

Os impactos ambientais são também proporcionais ao gigantismo da obra, com degradação ambiental em áreas da Mata Atlântica, como derrubada de árvores, perfuração de montanhas entre outros. As empresas que estão a frente da obra colocaram em prática alguns programas para fazer essa compensação ambiental. Em especial ações voltadas ao resgate da flora, plantio compensatório de árvores, monitoramento da fauna e da arqueologia. Além de ações voltadas à educação ambiental. Ao todo 13 programas ambientais fazem parte do conjunto de ações.

A empresa Arteris que está executando as obras, é uma concessionária que recolhe pedágios e faz contrapartidas em melhorias de mobilidade onde atua. Atualmente a empresa é responsável pela operação de cinco rodovias federais nas regiões sudeste e sul. Ao todo, são mais de 2.000 quilômetros de rodovias que passam pelos estados de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Paraná e Santa Catarina.

Ao contrário de boa parte do mundo desenvolvido, o Brasil é muito dependente de caminhões para o transporte de cargas. O País anda a passos lentos sobre o desenvolvimento de trens. Estudos apontam que apenas 15% da carga brasileira é transportada por trilhos.

História

O então governador do Estado, Luiz Henrique da Silveira, em 2003 começou a articular politicamente sobre a importância da duplicação da parte Sul da rodovia, e o contorno de Florianópolis entrou na agenda. O projeto desta obra começou em janeiro de 2010, no governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, com as primeiras licenças da burocracia brasileira. Considerando somente o período para conquista dos documentos autorizatórios foram 4 anos de trabalho. Lula esteve na região quando lançou a pedra fundamental, na época houve registro pela imprensa nacional.


Produção: Ricardo Weg jornalista

Publicação original em inglês produzida para o jornal RioTimes

Confira aqui a reportagem publicada no The Rio Times

Fotos: Arteris

editor.deolhonailhahttp://www.deolhonailha.com.br
O DeOlhoNaIlha é um portal de propriedade da NacionalVOX - Agência Digital, de Florianópolis. Seu lema é "Fique por dentro de Floripa" e seu objetivo é deixar os moradores e visitantes da Ilha da Magia muito bem informados sobre tudo o que acontece na cidade e região.
spot_img