19.1 C
fpolis
sexta-feira, dezembro 3, 2021
cinesytem

Estudantes “espalham” mais de mil sorrisos em Florianópolis

spot_imgspot_img

Estudantes “espalham” mais de mil sorrisos em Florianópolis

spot_img

Estudantes do Colégio Vila Olímpia participam do projeto Contagiando Sorrisos, que distribui donativos e máscaras “sorridentes” a quatro instituições sociais da cidade

A pandemia não é motivo para as pessoas sorrirem. Mas, já que é preciso passar por isso, por que não encontrar formas de tornar a jornada mais leve? É com esse pensamento que o Colégio Vila Olímpia está apoiando o projeto Contagiando Sorrisos, que tem como objetivo distribuir máscaras com sorrisos estampados, em artes criadas por mais de 60 artistas plásticos. Para ir além, os alunos foram envolvidos em uma campanha de arrecadação de donativos às instituições sociais da cidade.

O Contagiando Sorrisos entende que as máscaras trazem significados negativos às pessoas, despertando sentimentos de medo, doença e tristeza. Então, o projeto convida empresas para que abracem a causa e adquiram as máscaras “sorridentes”. Metade da quantidade comprada, a empresa pode distribuir a quem desejar. A outra parte deve ser entregue a pessoas sem acesso a esse cuidado ou a prestadores de serviços essenciais para que, com os sorrisos estampados, possam transformar as incertezas em momentos mais alegres. A empresa pode indicar a instituição que irá receber as máscaras.

Além do sorriso

Três colégios do Grupo Positivo, no Paraná e em Santa Catarina, estão engajados no Contagiando Sorrisos. E quem participa são os alunos do Ensino Fundamental II, ou seja, do 6.º ao 9.º ano. As ações foram desenvolvidas dentro da disciplina Formação Humana e Empreendedora.

Em Florianópolis (SC), os alunos do Colégio Vila Olímpia beneficiaram quatro instituições. De acordo com a professora de geografia e empreendedorismo, e coordenadora do Contagiando Sorrisos na escola, Kelenn Sobé Centenaro, gestores e professores iniciaram a campanha fazendo um levantamento de instituições sociais em Florianópolis. “Algumas já conhecíamos. Mas acabamos encontrando outras menos conhecidas. Ao fim, tínhamos uma lista com 10 opções”, conta a professora.

Então, a equipe pedagógica pesquisou a fundo cada uma delas e fez contato para saber quais eram suas atividades e as maiores necessidades. Foram selecionadas as quatro instituições que mais se encaixavam com o perfil das turmas envolvidas. Veja as instituições que cada uma ajudou:

6.º ano – Creche Vó Inácia

7.º ano – Centro Cultural Escrava Anastácia

8.º ano – Associação de Amigos da Casa da Criança e do Adolescente do Morro do Mocotó (ACAM)

9.º ano – Projeto Cidades Invisíveis

A partir daí, a campanha foi dividida em dois momentos. A primeira teve foco na arrecadação de donativos, uma ação que não tem relação direta com o Contagiando Sorrisos; foi uma iniciativa da escola com a participação dos alunos.

Donativos

Representantes das entidades selecionadas visitaram a escola para apresentar seus projetos. Apenas os alunos do 9.º ano tiveram que fazer todo o trabalho virtualmente, devido a questões logísticas da escola e da instituição escolhida, por conta da pandemia.

Com as informações em mãos, os alunos fizeram cartazes, murais e panfletos para espalhar pela escola. Visitaram as turmas que não estavam participando da ação para pedir donativos. Foram quatro semanas de arrecadação. O 6.º ano arrecadou brinquedos novos e usados, além de produtos de higiene infantil, como lenços umedecidos, pastas e escova de dente. Já o 7.º ano arrecadou absorventes e desodorantes para o Centro Cultural Escrava Anastácia. O 8.º ano pediu alimentos não perecíveis. “O 9.º ano recebeu uma proposta diferente. A instituição não precisava de donativos para o trabalho que realiza, mas sim, promover as vendas de produtos no próprio site e doações em dinheiro para investirem nas crianças e nos jovens que atendem. Portanto, o trabalho do 9.º ano foi mais uma divulgação institucional do que arrecadação de donativos”, explicou a professora.

Agora sim, as máscaras!

Encerrada a etapa de donativos, o Colégio Positivo Vila Olímpia iniciou a divulgação do projeto Contagiando Sorrisos. Cada uma das quatro turmas produziu vídeos, explicando sobre a entidade escolhida e pedindo votos. Os vídeos foram postados no canal da escola no YouTube e ganharia a competição quem conseguisse mais “likes”.

A instituição vencedora foi a Creche Vó Inácia, com 436  likes no vídeo do 6.º ano. Assim, a entidade recebeu as máscaras do projeto Contagiando Sorrisos. Kelenn conta que as turmas ficaram muito empolgadas com a ação. Tanto que os jovens e os familiares queriam ir por conta própria nas instituições, fora da ação, para conhecê-las pessoalmente e saber como poderiam ajudar mais. Outros alunos chegaram a postar em suas redes sociais pessoais vídeos próprios, pedindo ajuda às instituições.

“Veja, nós estamos em um dos bairros mais nobres de Florianópolis, que é Jurerê. Muitos alunos saem pouco daqui, não têm contato com outras realidades. Então, para eles, foi muito impactante saberem que existem outros cenários nos bairros vizinhos. Que há muitos adolescentes que mal têm o que comer e precisam procurar uma ONG para reforçar a alimentação que não têm em casa. Perceberam que não são todos os jovens que possuem acesso à educação. Então foi uma experiência surpreendente, agregou muito, os fez refletirem, darem mais valor ao que têm e ao ambiente onde estão”, diz a professora que coordenou o projeto na escola.

Porém, a ação não foi valiosa somente para os alunos. Kelenn revela que também foi muito positiva para a Creche Vó Inácia, que recebeu as máscaras com sorrisos. “A Vó Inácia não era uma instituição tão conhecida como as outras. E a ação gerou muita visibilidade para ela. A direção da creche nos ligou e agradeceu muito, pois várias pessoas passaram a curtir os perfis nas redes sociais e a procurá-la para ajudar. Então, foi uma ação enriquecedora para ambos os lados”, emociona-se a professora.

Sobre o Colégio Vila Olímpia

Localizado no bairro Jurerê, na capital catarinense, o Colégio Vila Olímpia combina tecnologia aplicada à Educação, material didático atualizado e professores qualificados, com o compromisso de formar cidadãos conscientes, solidários e preparados para os novos desafios globais. Situado em Florianópolis (SC), o Colégio Vila Olímpia oferece ensino bilíngue da Educação Infantil ao Ensino Médio. Além disso, os alunos têm à disposição,  nos 22 mil metros quadrados de área, uma estrutura moderna para aulas criativas e diferenciadas, com atividades complementares esportivas e culturais e incentivo ao empreendedorismo. Foi incorporado à rede de colégios do Grupo Positivo em 2020.

editor.deolhonailhahttp://www.deolhonailha.com.br
O DeOlhoNaIlha é um portal de propriedade da NacionalVOX - Agência Digital, de Florianópolis. Seu lema é "Fique por dentro de Floripa" e seu objetivo é deixar os moradores e visitantes da Ilha da Magia muito bem informados sobre tudo o que acontece na cidade e região.
spot_img
spot_img