14.2 C
fpolis
sexta-feira, maio 17, 2024
Cinesystem

FAM 2009: Quatro documentários agitam a programação nesta terça

spot_img

FAM 2009: Quatro documentários agitam a programação nesta terça

spot_imgspot_img

Quatro documentários com temas bem distintos oferecem opções atrativas a todos os tipos de público na programação da Mostra Extra FAM desta terça (dia 9). Dos amantes da música e do futebol, passando por temas polêmicos como a regeneração de um presidiário e a influência do cultivo da folha de coca na cultura boliviana, as produções contemplam diferentes estilos e estéticas de se documentar uma boa história.

Dub Echoes do diretor Bruno Natal é uma viagem pela história do dub, a vertente psicodélica do reggae, originada nas batidas hipnóticas de baixo, bateria e muitos efeitos sonoros. Com depoimentos de lendas vivas do gênero como Lee Scratch Perry e Sly Dunbar (Black Uhuru) o filme mostra como a revolução sônica jamaicana, surgida no final dos anos 60, influenciou as bases da música eletrônica e do hip hop. Rodado na Jamaica, Inglaterra, Estados Unidos e Brasil e aclamado em vários festivais europeus, o filme inclui entrevistas com Marcelo Yuka e trilha sonora original dos cariocas do Digitaldubs. No auditório da Reitoria, às 14h15min.

Para os amantes do futebol, o documentário 1958 – O ano em que o mundo descobriu o Brasil de José Carlos Asberg (RJ) revive a epopéia da conquista da primeira Copa do Mundo pelo Brasil. Com depoimentos de craques como Djalma Santos e Zagallo, o filme relembra como este acontecimento marcou a história do futebol e a vida dos brasileiros, resgatando a auto-estima abalada com a perda do título de 1950. No CCE, às 15h30min.

Na linha das biografias de personagens inusitados e suas ricas histórias de vida, O Fabuloso Destino de Anísio Piu Piu, de Bruno Lima (MG) conta a história do ex-detento Anísio Piu Piu, que, além de ter fugido três vezes da cadeia, também deixou um bilhete de despedida ao delegado numa destas ocasiões. Após cumprir a pena, o personagem montou sozinho uma loja de móveis usados, de onde hoje tira dinheiro para viver honestamente e com muito bom humor.

O audiovisual como instrumento de abrir novas percepções se revela na exibição do documentário Inal Mama, sagrada e profana, de Eduardo Lopez Zavala, que apresenta uma saga política, visual e musical abordando as influências da folha de coca e da cocaína dentro da cultura boliviana – um tema polêmico, que ganha contornos mais ricos e precisos na visão de um diretor boliviano.No CSE, às 16h30min.

Serviço:

Mostra Extra FAM – terça – 09 de junho

spot_img
spot_img
spot_img
spot_img

Leia mais

spot_img