25.2 C
fpolis
sábado, janeiro 22, 2022
cinesytem

Faturamento da indústria catarinense cai 6,2% em junho

Faturamento da indústria catarinense cai 6,2% em junho

spot_img

A indústria de Santa Catarina teve faturamento 6,2% menor em junho, na comparação com o mesmo período de 2013. A queda foi puxada, principalmente, pelo setor de autopeças, que sente o recuo nas encomendas pelas montadoras. Estes dados integram o levantamento Indicadores Industriais de SC, divulgado nesta quarta-feira, 6, pela Federação das Indústrias de Santa Catarina (FIESC).

Na comparação com o mês anterior, maio, a redução foi ainda maior, de 9,8%. Nesta base, além do setor de autopeças, as indústrias de vestuário tiveram acentuado recuo nas vendas, devido à ocorrência de temperaturas acima da média para o inverno.

Também tiveram redução em junho, na comparação com maio, os indicadores de horas trabalhadas na produção (-4,7%) e massa salarial real (-3,5%). No acumulado do ano, os números ainda estão positivos, registrando altas de 0,6% para as vendas, de 1,5% para as horas trabalhadas na produção e de 4% para a massa salarial real. A utilização da capacidade instalada tem variação de 0,1 ponto percentual, para 83,6%. Este desempenho se sustenta pelos segmentos de bebidas, que tem alta de 7% nas vendas, de madeira (+6,2%) e alimentar (+6%).

Produção – O IBGE também divulgou nesta quarta os resultados de sua pesquisa de produção industrial em junho. Santa Catarina foi um dos 12 Estados que recuaram na comparação com junho de 2013, contribuindo para a desaceleração nacional de 6,9%. Segundo o instituto, a queda de 7,5% na atividade industrial em SC teve participação dos setores de metalurgia e motores elétricos. No acumulado do ano, o IBGE aponta para recuo de 1,7% no Estado e de 2,6% no Brasil.
 

spot_img
spot_img