17.6 C
fpolis
quinta-feira, maio 19, 2022
Cinesystem Villa Romana Shopping

Filme “Mulher Azul” estreia no Florianópolis Audiovisual Mercosul

spot_img

Filme “Mulher Azul” estreia no Florianópolis Audiovisual Mercosul

spot_imgspot_img

O Filme Mulher Azul é adaptação homônima da obra de Renato Tapado. Foi rodado na França e será lançado no dia 28 de junho no FAM (Florianópolis Audiovisual Mercosul)

O filme “Mulher Azul”, dirigido por Maria Emília de Azevedo, estreia no 15º FAM – Florianópolis Audiovisual Mercosul, que acontece em Florianópolis, no Centro de Cultura e Eventos da UFSC, de 24 de junho a 1º de julho. O filme, convidado para o festival, será apresentado à noite na sessão da Mostra de Curtas Mercosul (35mm e Vídeo), no auditório Garapuvu. (Veja detalhes da programação do festival em www.audiovisualmercosul.com.br)

Produzido por equipe do Brasil, (Florianópolis), e da França, o filme é um curta metragem de ficção, 35mm, com 20 minutos de duração, que será apresentado em festivais de cinema e canais de televisão que possuam espaço para este gênero de filmes. Por trás do lirismo de Mulher Azul repousa a intenção de se abordar a poética do tempo.
O sul da França foi escolhido devido à infinita beleza desta região. A personagem deixa o Brasil para encontrar-se, de uma maneira muito especial, consigo mesma.

Mulher Azul é um ponto na linha do tempo. Um ponto cheio de tensões. Um ponto que se expande, transformando-se, ele mesmo, em uma linha narrativa que procura conter em si toda a história de M.

SINOPSE

M. se isola em uma casa para esperar pelo inesperado. Enquanto o tempo passa, escreve um diário no qual registra seus estados de alma. Pouco se sabe sobre o passado dessa mulher. Apenas que deixou para trás uma cidade, um país estrangeiro, um homem que talvez a ame, um trabalho. Pequenas informações que se revelam através de fotografias, um rápido telefonema, nada mais.

Isolada, M. espera se aproximar das respostas que tanto procura. Não demora muito para que perceba que esta porção de tempo retirada do fluxo das horas apresenta suas próprias pulsões e movimentos internos: a planta que cresce, a lagarta que prepara o casulo, a água que pinga, o pássaro que se choca de encontro à vidraça – metáfora da fixidez do tempo que é capaz de conter o vento, mas não a luz.

ELENCO DE MULHER AZUL

Patricia Teotônio

Participou de institucionais, publicidades, peças e Mulher Azul é seu primeiro filme como protagonista. A atriz é nascida em Florianópolis e atualmente é comissária de bordo da TAM. Foi escolhida como atriz principal do filme logo na primeira entrevista, e curiosamente, foi umas das inspiradoras do roteiro do filme, já que morava no mesmo prédio onde o roteirista Marcelo Esteves residia quando escreveu a história.

Simon Gillet

É ator e bailarino da Ópera de Marseille e morou em Salvador quando criança. Quando soube que a produção era de origem brasileira, se candidatou imediatamente. Simon foi selecionado pela direção e assistência de direção do filme entre vários candidatos. O ator deve vir a Ilha de Santa Catarina para rodar outro filme com roteiro e direção de Marcelo Esteves e Maria Emilia de Azevedo, respectivamente.

FICHA TÉCNICA DE MULHER AZUL:

Direção – Maria Emilia de Azevedo

Roteiro e Adaptação – Marcelo Esteves

Texto – Renato Tapado

Produção Executiva – Zeca Nunes Pires

Direção de Fotografia – Charles Cesconetto

Música Original – Cássio Moura

Trilha Sonora – Léo Gomes

Figurino – Ana Terra Vignes

Montagem – Tiago Santos

Direção de Produção na França – Valérie Benuyt

Direção de Produção no Brasil – Nira Pomar

Produtores – Zeca Nunes Pires e Charles Cesconetto.

spot_img