Florianópolis, 18 de julho de 2024

Floripa MaisTec forma primeiros vendedores especializados em tecnologia na quinta, 21

spot_img

Compartilhe

Curso que integra programa da Prefeitura da Capital, em parceria com Sebrae SC, ACATE e Senai, foi executado pela startup catarinense SalesHunter, especializada em recrutamento e formação de vendedores 

Dados da Associação Catarinense de Tecnologia (ACATE) apontam que o setor de tecnologia em Florianópolis tem mais de seis mil vagas em aberto, à espera de um candidato. Os motivos são variados, mas passam principalmente pela percepção de que a área é muito técnica e exige conhecimentos específicos difíceis de alcançar. Isso pode ser verdade quando se fala em desenvolvedores, por exemplo, mas uma carreira que está em alta no setor é a de vendedor. Nesta quinta-feira, 21, será realizada a formatura de alunos do curso SDRagora, promovido pela startup catarinense SalesHunter dentro do programa Floripa Mais Tec, da Prefeitura de Florianópolis, em parceria com SENAI/SC, SEBRAE Santa Catarina e ACATE. O evento será na sede da AltoQI, empresa referência em softwares para construção em BIM há mais de 30 anos e cliente da SalesHunter.

O curso é voltado para quem quer ingressar na área comercial do setor de tecnologia, seja para iniciar uma formação, seja para migrar de carreira, como foi o caso de Martín Maidana, médico, que trocou os plantões semanais pelo setor de tecnologia. Nascido na Argentina, decidiu mudar de vida depois da pandemia. “Tive um burnout, foi um momento muito difícil. Além de trabalhar muito, longe da família, perdi muitos entes queridos. Quando finalizei a residência médica, em 2022, decidi migrar para o Brasil com meu namorado e comecei estudar programação.” Além da graduação, focada em desenvolvimento de sistemas, ele também decidiu investir em um curso para aprender a se destacar na área comercial. Se inscreveu no SDRagora e pretende investir na carreira.

Além de Martin, a primeira turma formou vários profissionais, que estão prontos para ingressar no mercado de trabalho. “A cidade tem algumas das maiores empresas do setor e a área de pré-vendas está muito aquecida. Além da perspectiva de crescer rápido na carreira, os salários partem de R$ 2,5 mil em média, sendo que esse número pode dobrar com comissões e benefícios”, diz Gustavo Salles, CEO da SalesHunter, que fez o treinamento dos novos vendedores.

O secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Juliano Richter Pires, destaca a importância de investir em formação para quem vai atuar em todos os cargos da cadeia produtiva do setor de tecnologia. “Na era digital, formar profissionais para a área de tecnologia é essencial, não apenas desenvolvedores, mas em todos os campos. Eles desempenham papéis essenciais na criação de soluções tecnológicas que atendam às necessidades do mercado e da sociedade, contribuindo para o crescimento econômico e a melhoria da qualidade de vida das pessoas”, diz.

O CEO da SalesHunter, Gustavo Salles, deu algumas dicas para quem quer ingressar na carreira de vendedor para o setor de tecnologia.

Estar disposto a pesquisar, aprender e praticar conceitos novos;

Aprender sobre venda consultiva, que é uma abordagem na qual os vendedores atuam como consultores, entendendo a necessidade do cliente antes de oferecer produtos ou serviços;

Mapear quais são as habilidades e conhecimentos exigidos, e adquiri-los;

Se conectar com pessoas que já atuam na área e no ecossistema;

Fazer cursos de formação. O SDRagora além de ensinar “o caminho das pedras”, ainda envia o perfil do candidato para vagas em empresas que se alinham com as expectativas dos dois lados (empresa e vendedor).

Sobre a SalesHunter:

SalesHunter é uma startup especializada no recrutamento de vendedores SaaS e B2B. Com uma abordagem personalizada e foco no resultado, a HRTech ajuda empresas a encontrar os melhores talentos para impulsionar suas equipes de vendas.

Mais informações em www.saleshunter.ai