18.7 C
fpolis
terça-feira, maio 28, 2024
Cinesystem

Fotógrafo Danísio Silva apresenta seu novo trabalho FOTONgrafias

spot_img

Fotógrafo Danísio Silva apresenta seu novo trabalho FOTONgrafias

spot_imgspot_img

Uma nova leitura imagética sobre como enxergamos e sentimos a fotografia

FOTONgrafias é a nova exposição do fotógrafo Danísio Silva, que abre no dia 10/11, no CIC, às 19h30. Quem conhece o trabalho de Danísio já sabe que vai se deparar com algo inusitado e surpreendente. Quem ainda não conhece vai ter a oportunidade de se deslumbrar com essa nova leitura imagética proposta pelo fotógrafo.

De acordo com Danísio a exposição traz fotografias que constituem parte de uma pesquisa que vem desenvolvendo, em que apresenta imagens completamente novas, onde propõe outras formas de olharmos e percebermos a fotografia. Ele não pretende uma mudança nos conceitos, mas uma reflexão sobre os mesmos, para debater questões que envolvem novas formas de expansão da consciência, levando a novas formas de percepção do real.

Para o fotógrafo a imagem é uma projeção da mente, da ideia (o idealismo de Platão), ou a representação de um objeto real (o realismo de Aristóteles), mas como a percebemos e a interpretamos dependerá daquilo que trazemos em nosso “banco de memória mental”. Segundo Danísio, por termos esse “banco”, nosso cérebro, de certa forma, “acostumou-se” a um nível de percepção “conformista”. Assim, no cotidiano, as imagens chegam à nossa mente e são por ela percebidas de forma “quase mecânica”. Frente a uma imagem nova, sem significado predeterminado, o cérebro sente o estranhamento, e precisa “movimentar-se” sair de sua zona de conforto para compreender aquilo que é novo – e tal processo permite uma “ampliação da capacidade cerebral de perceber”. É com base neste entendimento que Danísio vem realizando uma pesquisa com o propósito de discutir novas formas de se perceber a imagem.

A Pós-modernidade, com seu conceito de “sociedade líquida” permite novas maneiras de discutirmos e vermos o mundo. Conceitos que eram perenes e eternos na Modernidade, dia a dia são questionados, e muitos se renovam na Pós-Modernidade. Consequentemente, há um “novo jeito de ver o mundo”. Os próprios conceitos de imagem – de Platão e Aristóteles – vêm aos poucos se modificando, e hoje novas percepções estão em discussão. A imagem pode ser vista sob outras maneiras interpretativas, e essa é a proposta de FOTONGrafia.

Com essa nova fotografia Danísio pretende causar o “desconforto pela novidade”, provocar uma mudança na capacidade perceptiva do espectador. Na FOTONGrafia, a câmera fotográfica capta imagens que a nossa percepção não alcança, por termos uma mente mais condicionada pela forma e pelo significado.

O fotógrafo Danísio Silva

Durante 27 anos Danísio atuou na Fundação Catarinense de Cultura e no Museu da Imagem e Som de Santa Catarina. Participou de inúmeras exposições coletivas e realizou no Brasil as individuais “Constante efêmero”, “A poética do movimento”, “50 anos de vida e arte”, “O efêmero da condição humana” e “Crear‐criar”. Em Portugal, apresentou a exposição “A evolução do vazio”.

Em Eskesheir, na Turquia, deu palestra sobre sua obra “Esculturas de fumaça” na Universidade de Anadolu. Já ministrou diversas oficinas e cursos como “Fotografando o invisível”, na Semana Ousada de Artes da UFSC e Udesc, “Fotografando o silêncio” no Espaço Oficina, em Florianópolis, entre outros, que resultaram em exposições coletivas.  Foi membro do grupo de fotografia “7 nós” e fez diversos trabalhos para revistas e jornais de todo país, como “Época”, “Veja”, “Cláudia”, “Vitrine”, “Cartaz”, “Ô Catarina!”, “Folha de S.Paulo” e “Valor Econômico”.

Por dez anos, foi fotógrafo da Camerata Florianópolis e da Pró‐Música de Florianópolis. Suas fotos ilustram publicações como Vitrine da História, Feito à mão, Martinho de Haro e fascículos da série Escritores Catarinenses da FCC, entre outros. Em parceria com o jornalista e escritor Paulo Clóvis Schmitz, publicou os livros “Mercado Público e suas histórias”, “Florianópolis vista de cima”, “Florianópolis vista do mar”, “Mercado Público e suas histórias” (2ª edição, revista e ampliada), “Belezas ocultas de Florianópolis”, “Florianópolis vista de dentro”, “Florianópolis 180 graus”, “Poética da diversidade”, “Florianópolis em preto e branco”, “Trilhas e histórias na Ilha de Santa Catarina”, “Rancho de pescador na Ilha de Santa Catarina” e “Conexões”. É sócio proprietário do Espaço Oficina – Galeria Estúdio, em Florianópolis.

Serviço

Exposição fotográfica: FOTONgrafias

Fotógrafo Danísio Silva

Abertura 10 de novembro 2023 – 19h30min

Período: de 10/11 a 03/12

CIC – Florianópolis – SC, Brasil, planeta terra

editor.deolhonailha
editor.deolhonailhahttp://www.deolhonailha.com.br
O DeOlhoNaIlha é um portal de propriedade da NacionalVOX - Agência Digital, de Florianópolis. Seu lema é "Fique por dentro de Floripa" e seu objetivo é deixar os moradores e visitantes da Ilha da Magia muito bem informados sobre tudo o que acontece na cidade e região.
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img

Leia mais

spot_img