Grupo SMZTO investe na Yungas, empresa catarinense de comunicação e gestão para grandes redes de franquias

78

Estratégia da Yungas foca no relacionamento entre franquias e franqueados, avaliando o Health Score de grandes redes através da metodologia de Customer Success 

O Private Equity SMZTO anunciou nesta sexta-feira (3/12) um investimento estratégico na catarinense Yungas. A empresa possui uma plataforma de gestão e comunicação entre franqueadora e franqueados capaz de centralizar demandas e comunicados, antecipar processos e medir o Health Score de grandes redes — métrica que acompanha o nível de satisfação e performance dos operadores de franquias.

Até o final de outubro de 2021, a Yungas contabilizou um aumentou de 207% no faturamento em comparação com o mesmo período do ano passado. Com o acordo, a SMZTO, principal grupo de investimentos em franquias no país, busca otimizar os processos internos de comunicação de suas investidas, se aproximar dos franqueados e auxiliar a empresa com a aquisição de novos clientes. Os valores da transação não foram divulgados.

O investimento na Yungas é o primeiro realizado pelo private equity no segmento de tecnologia. Até o final de 2022, a SMZTO projeta investir até R$ 50 milhões na aquisição de participações em novas startups. O foco será centrado em fintechs e fornecedores de softwares de gestão (ERPs).

“Além dos investimentos que realizamos em empresas franqueadoras, estamos construindo um hub de inovação para o sistema de franquias”, explica João Vicente Conte, líder da área de Inovação do grupo SMZTO. “Vamos trazer empresas de tecnologia com alto potencial de escala para atender nossas investidas e seus franqueados, otimizando a gestão e a comunicação entre todos os elos da cadeia, além de facilitar nossa aproximação com a ponta.”

Guilherme Reitz, CEO da Yungas, destaca que o investimento é muito estratégico para a expansão e consolidação da proposta da empresa no mercado. “É uma grande satisfação saber que somos a primeira empresa do setor de tecnologia a ser investida pelo Grupo. Além de agregar para nosso crescimento, vamos trazer nossa expertise para a própria holding.” 

Smart Money e geração de valor para franquias

Atualmente, a Yungas presta serviços para três marcas do Grupo SMZTO – Instituto Embelleze, Peça Rara e Instituto Gourmet. Com a compra de participação por parte do private equity, a empresa também passará a atender a holding. 

O CEO da SMZTO, Bruno Semenzato, enxerga um enorme potencial na nova marca investida pelo grupo. “A Yungas irá trazer informações mais precisas sobre o que os franqueados pedem às franqueadoras, quanto tempo os pedidos levam para serem respondidos e quais as dores dos franqueados quanto às franqueadoras”, explica Bruno. “Acessando esses dados, teremos melhores condições de gerar mais valor para os franqueados.”

Já o presidente do Conselho da SMZTO, José Carlos Semenzato, comenta que o grupo prioriza investimentos em empreendedores comprometidos, cujos negócios apresentem soluções altamente escaláveis. “Buscamos empresas que estejam em um estágio de forte crescimento”, afirma Semenzato. “Somos bastante ativos na gestão e nos vemos muito mais como sócios estratégicos do que apenas financeiros. Acreditamos que podemos colaborar e muito para resolver problemas existentes entre franqueadoras e franqueados, bem como da relação entre eles e o mercado.”

Empreendedores criam negócio pioneiro

Fundada em Florianópolis, em 2018, pelo engenheiro de produção Marcos Salles em sociedade com o administrador Guilherme Reitz, a Yungas oferece uma plataforma de gestão por Health Score, baseada na metodologia de Customer Success (CS), desenvolvida pelo expert norte-americano Lincoln Murphy. Originada e amplamente adotada por empresas SaaS (que vendem produtos utilizados exclusivamente pela internet), a metodologia tem o intuito de manter os clientes satisfeitos por mais tempo e, com isso, reter mais receita.

Por meio da plataforma, a empresa disponibiliza e explora dados e indicadores estratégicos para a franquia. Assim, com base em indicadores de satisfação, engajamento, padronização e faturamento, a franqueadora tem à disposição um sistema de pontuação que identifica riscos ou oportunidades de melhoria. A ferramenta pode ser integrada a outros sistemas, gerando um ranking para agregar ao programa de excelência e/ou controlar as unidades próprias.

“A ideia de uma solução voltada ao sucesso de franquias, baseada na metodologia de Customer Success, surgiu durante uma mentoria da Endeavor, quando percebemos uma grande dificuldade na gestão e comunicação com franqueados”, conta o CEO da Yungas Guilherme Reitz, empresário de longa data no mercado que também fundou a Axado, empresa focada em gestão logística para e-commerce vendida para o Mercado Livre em 2016 por R$ 26 milhões.

Após conversar com outros players do mercado, incluindo Mauro Nomura – fundador do Grupo Nomura, que conta com 26 lojas de roupas e calçados, e validar as oportunidades no setor, o projeto foi sediado e incubado no MIDITEC da Associação Catarinense de Empresas de Tecnologia (ACATE), em Florianópolis, e introduziu o conceito de Customer Success no sistema de franchising de forma pioneira.

Yungas projeta 30 mil franquias até 2025

    A Yungas atingiu a marca de 3,5 mil franquias atendidas no Brasil no primeiro semestre de 2021, prestando serviços para redes consolidadas e com presença em todo território nacional. Entre as marcas atendidas estão Stone, New Era Cap, Escola Guga Tênis, Johnny Rockets e Delivery Much. Para o próximo ano, a retail tech projeta captar clientes de uma seleta wishlist, que reúne 16 redes no Brasil em verticais como alimentação, cosméticos, bebidas e combustíveis. “Estamos atentos ao crescimento desse mercado e oferecemos uma solução para sanar uma dor recorrente: unificar e padronizar a comunicação e gestão, para maior eficiência e rentabilidade dos negócios, com o uso de dados para tomada de decisões estratégicas”, explica Reitz. “Nosso objetivo é atingir 30 mil franquias até o fim de 2024, além de prospectar empresas que operam em rede com lojas e unidades próprias.”