21.6 C
fpolis
quinta-feira, outubro 28, 2021
cinesytem

Memórias ganham instalação interativa no Ba-o-Bah Estúdios de Autocriação

spot_img

Memórias ganham instalação interativa no Ba-o-Bah Estúdios de Autocriação

spot_img

“Interface Memória” propõe uma noite de efervescente criatividade instigada por lembranças diversas. E conta com a interpretação de vários artistas, entre eles Paulo Gaiad, na construção de novas obras

Uma instalação que transforma as memórias em manifestações artísticas. Uma noite de perfomance que gira em torno das lembranças já resgatadas e outras que ainda poderão desabrochar durante a cena. A “Interface Memória” é uma ação que sugere um encontro sensorial, onde é possível deliciar-se com as recordações próprias e alheias. O Ba-o-Bah Estúdios de Autocriação e o Programa Missão Casa promovem a experiência no dia 21 de julho, das 19h às 23h , com coquetel especial. O projeto marca o primeiro evento cultural do espaço, o início das atividades no segundo semestre, em parceria com a jornalista Simone Bobsin que comemora seis anos do programa. Uma coincidência que certamente vai ficar na memória dos que por lá passarem.

O artista plástico Paulo Gaiad é o convidado especial que aceitou o convite para retratar sua interpretação criativa sobre “as memórias” dos 11 artistas do Ba-o-Bah Estúdios de Autocriação. Num caderno de desenho as folhas em branco ganharam cores e sentimentos foram reavivados nas certeiras pinceladas do artista. “É um grande exercício de lembranças”, resume Gaiad, seguidor há anos do tema e que se diverte com a complexidade do trabalho e se encanta com a grandiosidade das possibilidades. O público também poderá contribuir com a obra e registrar suas lembranças num grande livro preparado especialmente para a instalação. “As memórias das pessoas presentes farão parte de obra futura do artista Paulo Gaiad” , destaca a psicóloga clínica e diretora do Ba-o-Bah, Jussara Paraná Sanches Figueira.

A memória da arquitetura catarinense ganhará destaque pelo Missão Casa. A jornalista e apresentadora do programa preparou uma seleção especial com grandes recordações dos seis anos de história. “Sempre tive o cuidado de levar informação de qualidade às pessoas e contribuir para a construção e um olhar para a arquitetura. A escolha do Ba-o-Bah e o conteúdo relacionado à memória tem tudo a ver com o conceito do programa”, afirma Simone Bobsin.

O tom lúdico estará por vários cantos da casa em atividades desenvolvidas pelos artistas que trabalham no Baobah. Na programação ainda tem apresentação do músico Alberto Heller no comando do piano de cauda. Claudia Passos soltará a voz, em perfomance do duo. Na intervenção de Marisa Naspolini uma das cartas que Rainer Maria Rilke escreveu ao Jovem Poeta será narrada, ao som da música de Alberto Heller em primeiro plano. Da cozinha, Emmanuel Bohrer mostra seu trabalho na construção de uma mandala degustativa, vivência exercitada no estúdio de Artes Comestíveis & Design. Quem se animar em colocar a mão na massa pode ficar à vontade.

A instalação “Interface Memória” propõe reflexões, vivências in loco sobre as nossas próprias heranças guardadas – cenas e sensações que permanecem presentes independentemente do passar do tempo. Será uma noite de concretizações artísticas materializadas na forma de fotografia, cinema, artes plásticas, dança, teatro, música, arte comestível, design e arquitetura realizadas pela equipe de artistas do Ba-o-Bah em conjunto com as pessoas que se inscreveram e participaram dos estúdios neste primeiro semestre. Na sala de cinema haverá sessão a cada 20 minutos. Em cartaz o curta-metragem “G”, com argumento de Marisa Naspolini e produção e interpretaç ão de Gláucia Grigolo. E ainda, a exibição de dois desenhos animados criados por participantes do estúdio Histórias Visuais no Ba-o-Bah. Nos corredores da casa ficarão expostas as fotos do Estúdio “Nossos Rastros”, coordenado por Ana Ciscato e Joaquim Araújo. “São territórios sensoriais, lugares em que podemos reviver sentimentos, descobrir outros ou refletir. É uma experiência e também uma grande confraternização”, pontua Jussara. A instalação permanece aberta para visitação do público na sexta-feira, dia 22, das 14h às 18h. Entrada franca.

SERVIÇO

O QUE: Noite “Interface Memória”, instalação vivencial comemorativa que irá marcar o projeto cultural do Ba-o-Bah Estúdios de Autocriação e o aniversário de 6 anos do programa Missão Casa. Só para convidados.
QUANDO: 21 de julho de 2011
HORÁRIO: 19h às 23h
ONDE: Ba-o-Bah Estúdios de Autocriação
Endereço: Otávio Francisco Quintino, 398, Bairro João Paulo, Florianópolis (SC)
(Alto da Travessa Ademir Guimarães) – Bairro João Paulo, Florianópolis (SC) – Tel: 3338 0050
www.baobahestudios.com.br
secretaria@baobahestudios.com.br

spot_img
spot_img