Florianópolis, 16 de julho de 2024

Ministério do Esporte assina convênio em Santa Catarina dia 27

spot_img

Sicoob SC/RS ultrapassa 1,5 milhão de cooperados

O Sicoob SC/RS alcançou em junho 1,5 milhão de...

Vai ter Feira do Rock em Palhoça no final de semana

No mês do rock n’ roll o shopping ViaCatarina...

Com mais de 250 empreendimentos, o Square SC apresenta opção inovadora para as férias da criançada

Empresa Wow Park oferece experiência multissensorial num ambiente inspirador Procurando...

Compartilhe

O ministro do Esporte, Orlando Silva e representantes do Instituto Contato (IC) assinam no próximo dia 27, em Florianópolis, às 13h30, no CentroSul, convênio para execução do Programa Segundo Tempo, que atenderá trinta mil alunos catarinenses em 2009 e 2010.

Divulgação

Anúncio realizado no dia 13 de outubro, na Secretária Nacional de Esporte Educacional

No total, serão 125 núcleos distribuídos por cerca de setenta municípios catarinenses. Vinte prefeitos assinarão protocolos de intenção para integrar-se ao convênio no próximo ano.

Cada núcleo oferecerá atividades esportivas e de lazer para 240 alunos com idade entre 6 e 17 anos no contra-turno escolar. Todas as tarefas serão orientadas por professores e estagiários de Educação Física, num total de 875 profissionais.

Para o presidente do Instituto Contato, Rui de Oliveira, a ampliação atesta a qualidade da execução do programa em 2008. “O nosso convênio envolveu instituições públicas e privadas com o interesse comum de oferecer uma opção de lazer e aprendizado para as crianças catarinenses. O Ministério do Esporte reconheceu esse esforço conjunto”, disse Oliveira.

ENTENDA O CONVÊNIO
O Segundo Tempo é um programa do Governo Federal idealizado pelo Ministério do Esporte e executado em dezenas de municípios catarinenses através de convênio firmado com o Instituto Contato. Com a parceria financeira do Banco do Brasil/Besc e da Eletrosul, o IC administra os núcleos: gerencia os recursos, institui parcerias locais, distribui os materiais esportivos, viabiliza lanche, contrata professores e estagiários e acompanha as atividades cotidianamente. Cada núcleo conta com parceiros locais (prefeituras, associações, ongs, etc) que oferecem a estrutura física para a realização das atividades.