26.8 C
fpolis
segunda-feira, novembro 29, 2021
cinesytem

Greve de motoristas e cobradores de Florianópolis começa dia 11

spot_img

Greve de motoristas e cobradores de Florianópolis começa dia 11

spot_img

Os motoristas e cobradores das empresas de ônibus de Florianópolis irão entrar em greve por tempo indeterminado a partir da 0h da quarta-feira que vem, dia 11. A assembleia que vai deflagrar a paralisação ocorrerá às 22h de terça-feira.

As informações foram confirmadas por Deonísio Linder e Ricardo Freitas, do Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Urbano, Rodoviário, Turismo, Fretamento e Escolar de Passageiros da Região Metropolitana de Florianópolis (Sintraturb), por telefone à reportagem do DeOlhoNaIlha.

Segundo Freitas, a decisão de entrar em greve já tinha sido acordada com a categoria na assembleia geral da semana passada. Então, segundo ele, a greve é fato, e a assembleia de terça-feira servirá apenas para deflagrar o movimento.

Por meio da Secretaria de Comunicação, a Prefeitura afirmou à reportagem que não irá intervir nas negociações entre o Sintraturb e o Sindicato das Empresas de Transporte Urbano de Passageiros da Grande Florianópolis (SETUF), mas espera que, em caso de greve, a frota mínima seja respeitada nos horários de pico. Um sistema de vans não está nos planos.

Subsídio

Desde domingo, 1º, as passagens do sistema de transporte coletivo da Capital estão com novos valores: de R$ 2,70 para R$ 2,58 no cartão (forma utilizada por mais de 80% dos usuários, segundo o Executivo municipal) e de R$ 2,90 para R$ 2,75 em dinheiro.

O Sintraturb, porém, contesta a redução de R$ 0,15. Em sua página oficial no Facebook, o sindicato divulgou um diagrama (veja abaixo) em que defende, a partir da inclusão do subsídio público ao sistema na conta da tarifa, a ideia de que a redução é de apenas R$ 0,01.

O subsídio, que era de R$ 0,28, passou para R$ 0,42 com a nova licitação do transporte coletivo, vencida pelo Consórcio Fênix, formado pelas mesmas empresas de ônibus que já operavam o sistema. Segundo a Prefeitura, o valor do subsídio estava defasado e precisava ser atualizado.

Passe livre e tarifa social

O passe-livre para estudantes carentes e a tarifa social para todos os bairros da cidade entrarão em vigor a partir de 1º de agosto. Atualmente o benefício da tarifa social está restrito às comunidades do Maciço do Morro da Cruz. Têm direito à tarifa social famílias com renda de até três salários mínimos ou renda individual de até meio salário mínimo.

A primeira licitação do sistema do transporte coletivo de Florianópolis foi criada pensando na justiça social com as famílias mais carentes, na melhoria da qualidade do serviço e na eficiência do sistema, a fim de atrair usuários e, com isso, minimizar os problemas de mobilidade urbana da Capital, destacou o prefeito.

Empregos

Com relação à eliminação de 350 vagas de cobradores, o prefeito assinou decreto determinando que apenas os profissionais que solicitarem seu desligamento do cargo é que terão as vagas extintas. Em caso de demissão por justa causa, a vaga resultante continuará compondo o quadro de funcionários do consórcio.

“Só sairá do sistema voluntariamente. O contrato do consórcio tem validade de 20 anos. Então, por 20 anos, o trabalhador que não quiser sair terá a garantia de emprego. Não haverá demissões”, afirmou o prefeito.

spot_img
spot_img