22.2 C
fpolis
sábado, dezembro 4, 2021
cinesytem

Maioria dos moradores de Jurerê Internacional é favorável aos beach clubs

spot_imgspot_img

Maioria dos moradores de Jurerê Internacional é favorável aos beach clubs

spot_img

Uma pesquisa realizada pelo Instituto Mapa, de Florianópolis, a pedido da Habitasul, mostrou que 84,2% dos moradores de Jurerê Internacional defendem o funcionamento dos beach clubes no bairro. O levantamento começou a ser feito no dia 19 de dezembro, mesma data em que o juiz federal Marcelo Krás Borges suspendeu todas as licenças, autorizações e alvarás emitidos em favor deste tipo de estabelecimento no bairro. A pesquisa ouviu 1327 moradores da região até o dia 10 de janeiro.

Entre os favoráveis aos beach clubs, 24,2% defendem que as casas funcionem como restaurantes e a grande maioria, 63%, quer que os pontos mantenham suas festas no final de tarde – os sunsets – respeitando as regras com relação ao horário e volume do som. Segundo a pesquisa, 5,9% dos entrevistados querem o fechamento definitivo dos postos de praia.

A pesquisa indagou também sobre a atuação da Associação dos Moradores de Jurerê Internacional (AJIN). O levantamento mostrou que 69,3% dos entrevistados defendem que os interesses, assim como a gestão e a manutenção do balneário deveriam ser discutidos não apenas pela Diretoria da AJIN, mas também com participação dos moradores e a presença da Habitasul, que foi responsável pela implantação do empreendimento.

A pesquisa também mostrou que apenas 3,4% dos entrevistados disseram que participam das reuniões e debates da AJIN.

A decisão do juiz federal Marcelo Krás Borges, citada no começo da matéria, de suspender todas as licenças, autorizações e alvarás emitidos foi suspensa no dia 22 de dezembro de 2013, três dias após ser emitida. Adecisão foi tomada pelo presidente do TRF4, desembargador federal Tadaaqui Hirose, que também liberou as licenças emitidas pela prefeitura para o funcionamento dos estabelecimentos comerciais – Taikô, Donna Jurerê Internacional, Simple on the Beach, Cafe de la Musique e o antigo Pimenta Limão (atualmente fechado e sem administrador).
 

spot_img
spot_img