25.9 C
fpolis
quarta-feira, dezembro 1, 2021
cinesytem

População poderá renegociar dívidas através do Consumidor.gov até 29 de novembro

spot_imgspot_img

População poderá renegociar dívidas através do Consumidor.gov até 29 de novembro

spot_img

 

Consumidores poderão solicitar renegociação de serviços de telecomunicação, energia elétrica, água, transporte aéreo e comércio eletrônico

 

O Governo Federal anunciou no dia 23 de novembro de 2020 que, durante a 7ª Semana Nacional de Educação Financeira, consumidores de todo o Brasil poderão renegociar suas dívidas com operadoras de telecomunicações, de maneira totalmente online, através do portal Consumidor.gov.br.

De acordo com a Secretaria Nacional de Defesa do Consumidor (Senacon), além da renegociação com empresas como Claro Fibra, Vivo, TIM Internet, Oi Fibra, SKY e outras do setor de telecomunicações, até o dia 29 de novembro de 2020, a população também poderá solicitar o serviço para dívidas de água, energia, transporte aéreo e comércio eletrônico, contanto que as empresas tenham cadastro na plataforma Consumidor.gov.br.

Tudo o que é preciso fazer para renegociar é acessar o portal consumidor.gov.br, realizar um pequeno cadastro, indicar a empresa e preencher a solicitação de renegociação ou parcelamento. A Senacon reitera que é preciso selecionar no campo “Problema” a opção “Renegociação/Parcelamento de Dívida” e descrever no campo “Descrição da Reclamação” os débitos que deseja renegociar. Após o procedimento, a operadora terá até 10 dias para entrar em contato.

Pedro Aurélio da Silva, diretor do Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor, explica que “a Senacon entende que, em virtude do coronavírus, esse tem sido um momento difícil para muitos brasileiros e a estratégia de renegociação de dívidas poderá se constituir como uma iniciativa muito importante para a redução do endividamento do consumidor brasileiro”. Fique atento pois durante todo o período de solicitação as empresas podem pedir, caso seja necessário, que documentos sejam anexados, bem como também os consumidores podem tirar dúvidas ou complementar a reclamação ao longo do prazo.

 

spot_img
spot_img