21.2 C
fpolis
sábado, outubro 23, 2021
cinesytem

Prefeitura e praticantes trabalham para regularizar o kitesurf em Florianópolis

spot_img

Prefeitura e praticantes trabalham para regularizar o kitesurf em Florianópolis

spot_img

Praticantes da modalidade, o secretário da Secretaria Executiva de Serviços Públicos (SESP) Aldo Martins e representantes da Capitania dos Portos e da Fundação Municipal de Esportes de Florianópolis se reuniram terça-feira, 7, para discutir a regularização da prática de kitesurf na cidade.

Segundo Martins, ficou definida a elaboração de uma lei que defina os locais onde a prática do esporte será permitida, bem como os itens de segurança a serem observados. Serão demarcados também os espaços em água para que se evitem prejuízos à navegação ou aos banhistas. 

O kitesurf

Kitesurf é um esporte aquático que utiliza uma grande pipa presa à cintura e uma prancha com suporte para os pés. Com a força o vento o praticante é puxado para frente e para o alto, podendo realizar diferentes manobras. Criado na França em 1985, o esporte só começou a ser mundialmente conhecido na década de 90. 

O kitesurfista usa vários equipamentos: primeiro conecta a sua cintura um "trapézio", é um cinturão que possuiu um gancho feito de aço. Na sequência ele conecta a "barra" ao trapézio, através do "chicken loop" (uma alça com um grampo, a qual faz parte da barra e que se liga ao kite por meio de linhas – 4 ou 5, conforme o modelo do kite). Conforme o modelo, a barra possui normalmente duas linhas externas e duas internas, as primeiras são conectadas ao bordo de fuga e as outras ao de ataque.

spot_img
spot_img