15.2 C
fpolis
segunda-feira, outubro 18, 2021
cinesytem

Projeto apresentará as atividades desenvolvidas pelo SAMU nas escolas de Florianópolis

spot_img

Projeto apresentará as atividades desenvolvidas pelo SAMU nas escolas de Florianópolis

spot_img

O Projeto Educa Samu, realizado há dois anos em Santa Catarina por meio de uma parceria entre a Secretaria de Estado da Saúde (SES) e a Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM), será apresentado em duas escolas de Florianópolis nesta semana. O objetivo é levar informação às crianças e aos jovens referentes ao trabalho executado pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e também orientar sobre os trotes que dificultam e prejudicam as ações de socorro à população.

Na quarta-feira, 10, o Projeto Educa SAMU estará na Escolinha de Futebol do Avaí Futebol Clube, quando haverá uma palestra para os alunos da entidade. Já nos dias 11 e 12, os educadores do projeto estarão no Colégio Aplicação, da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

No mês de julho, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu/192) recebeu mais de 75 mil ligações, maior número registrado este ano. Os trotes representam 11% desse total. Segundo a SPDM, o início das atividades escolares demonstra o aumento dessas ocorrências, pois os índices sobem consideravelmente. Já chegou a 22%, o que significa perda de tempo e prejuízo ao atendimento de pessoas que realmente necessitam de ajuda. Com a implantação do Educa Samu, atuando principalmente nas escolas e por meio da distribuição de folderes e cartilhas, os trotes diminuíram.

O projeto está presente em todas as regiões do estado por meio de profissionais educadores que levam até as escolas, instituições de saúde e comunidades informações importantes, como quando chamar o Samu e as consequências dos trotes. A visita de um educador pode ser solicitada por e-mail (veja lista de contatos abaixo).

spot_img
spot_img