11.2 C
fpolis
domingo, maio 22, 2022
Cinesystem Villa Romana Shopping

Projeto Floripa Letrada é lançado nesta terça-feira

spot_img

Projeto Floripa Letrada é lançado nesta terça-feira

spot_imgspot_img

A partir de hoje (24/08), quem estiver nos terminais de ônibus do Centro, do Rio Tavares e de Canasvieiras, que reúnem no total cerca de 185 mil pessoas diariamente, vai contar com uma novidade. Os usuários terão à disposição gratuitamente livros e revistas para serem lidos na espera do transporte coletivo, dentro do ônibus ou durante o trajeto da viagem. Se alguém desejar, pode levar ainda algum material para casa. Mas neste caso, a Secretária-Adjunta de Educação de Florianópolis, Sidneya Gaspar de Oliveira, faz um apelo para que o passageiro devolva mais tarde a obra em algumas das estantes que serão fixadas nas plataformas. “Isto se faz necessário para que outras pessoas tenham a oportunidade de ler o livro ou a revista. Trata-se da democratização da cultura”, salienta.

O projeto tem o nome de Floripa letrada-a palavra em movimento, uma parceria entre a Secretaria Municipal de Educação e a Secretaria Municipal de Transportes, Mobilidade e Terminais. A idéia é incentivar o hábito da leitura, criar novos leitores e divulgar os mais diversos escritores. O lançamento será às 11 horas da manhã no Ticen, por onde circulam diariamente 120 mil pessoas. A iniciativa tem apoio da Cotisa, que é a operadora dos terminais, e da indústria de móveis Focus.

A princípio, a iniciativa irá se concentrar em três pontos, para na seqüência ser ampliado para outros locais. Cerca de 2.500 obras, entre livros e revistas, já fazem parte do projeto.

Quem quiser fazer doação para o Floripa Letrada, pode entrar em contato pelo telefone 3251-6100. São aceitos livros de romance, conto, poesia, ficção, auto-ajuda, crônica, aventura e biográfico. As revistas podem ser as mais diversas, como as de cultura, ciência, música e variedade.

Tem mais

Para possibilitar a criação de um ambiente cultural , outra estratégia da Secretaria de Educação é a instalação de outdoors e elaboração de pinturas, nos muros da cidade, de letras de músicas e poemas, destacando datas comemorativas. Além disso, serão promovidos saraus, conhecidos como encontros literários, e performances em lugares públicos envolvendo poetas e artistas do município.

Na arte de contadores de histórias serão formados professores, estudantes de núcleos de Educação de Jovens e Adultos (EJA) e participantes do Escola Aberta, que reúne nos finais de semana ou feriados a comunidade em determinado estabelecimento de ensino da prefeitura.
Focado também nas tecnologias educacionais, o projeto Floripa Letrada pretende abrir cursos e oficinas de inclusão digital para a comunidade, a exemplo de ferramentas de edição de texto, planilha eletrônica, blog e site.

Dom Quixote de La Mancha

O símbolo do Floripa Letrada é o Dom Quixote, personagem do livro homônimo, publicado em 1605 pelo espanhol Miguel de Cervantes. O protagonista da obra imita seus heróis dos romances de cavalaria. Assim sendo, em companhia do fiel escudeiro Sancho Pança, viaja em busca de aventuras. Em maio de 2002, o livro foi aclamado como a melhor obra de ficção de todos os tempos, com votação organizada pelo Clube do Livro Noruegueses. Participaram da escolha escritores de reconhecimento internacional.

Como funciona

1-É só pegar a obra nos expositores (estantes) de um dos terminais do projeto.
2-Se desejar, leve o livro ou a revista para ler durante o trajeto da sua viagem.
3-Outra opção é levar a obra para ler em casa.
4-Depois, devolva em um dos expositores e dê a oportunidade para que outras pessoas também possam ler.
5-Para aumentar o número de obras, faça doações. É só ligar: (48) 3251-6100. A cidade e a cultura agradecem.

Movimento diário de Terminais

TICEN-120 mil pessoas
TICAN-40 mil pessoas
TIRIO-25 mil pessoas

spot_img