21.3 C
fpolis
sábado, julho 2, 2022
Cinesystem Villa Romana Shopping

Ribeirão da Ilha recebe festival de cinema inédito com produções catarinenses realizadas por mulheres

Ribeirão da Ilha recebe festival de cinema inédito com produções catarinenses realizadas por mulheres

spot_imgspot_img

1º Festival Lanterna Mágica de Cinema Catarinense – Mulheres da Ilha ocorre nos dias 12, 13, 19 e 20 de fevereiro no tradicional bairro de Florianópolis

Charmoso e tradicional bairro do Sul da Ilha, conhecido pela gastronomia e arquitetura açorianas, o Ribeirão da Ilha recebe um festival de cinema inédito em fevereiro: o 1º Festival Lanterna Mágica de Cinema Catarinense – Mulheres da Ilha. O evento será realizado em dois finais de semana, com atividades gratuitas nos dias 12, 13, 19 e 20. Nesta primeira edição, moradores e turistas poderão conferir o melhor do cinema catarinense, com exibições de produções audiovisuais realizadas por mulheres e rodas de conversas depois de cada sessão. O Festival ainda vai promover um encontro de vários tipos de arte, como música, intervenções, exposição de artesãs do bairro e fotografia. Todas as atividades ocorrerão na Velha Guarda Choperia Artesanal, na Freguesia do Ribeirão, com opções de comida e bebida no local. Os ingressos são gratuitos e devem ser retirados pelo Sympla.

“Nosso objetivo é conectar o bairro, um dos mais tradicionais e queridos da Ilha, à produção audiovisual catarinense de mulheres. É um projeto que visa ainda contribuir para a formação de plateia”, conta a historiadora e produtora audiovisual Fernanda Ozório, da Volo Filmes & Fotografia, idealizadora do projeto e membra do Coletivo Lanterna Mágica. 

Entre os destaques da programação está a exibição do documentário “Memórias e Harmonias da Banda da Lapa”, que homenageia a Sociedade Musical e Recreativa Lapa, que tem 125 anos de história e nasceu no próprio Ribeirão da Ilha. Será o primeiro filme exibido no Festival, no dia 12, a partir das 20h. Depois, haverá apresentação da Banda da Lapa. A programação completa está abaixo. 

Coletivo vai oferecer um espaço continuado de cinema no Ribeirão

Apesar de receber eventos culturais bacanas, ainda que esporádicos, o Ribeirão da Ilha ainda não tinha nenhum espaço continuado de cinema. O Festival é apenas a primeira iniciativa do Coletivo Lanterna Mágica, composto por um grupo de artistas e profissionais de Florianópolis e criado para fomentar a pluralidade das artes e sensibilizar sobre temas sociais urgentes. Em 2022, também está prevista a inauguração do Cineclube Lanterna Mágica, que vai promover exibições de filmes e outras ações no bairro. 

Além de formação de plateia, um dos objetivos do Coletivo é aproximar a comunidade da cultura audiovisual e de outras manifestações artísticas, e ainda dar voz e espaço a temas importantes:

“Ações como essa, que destacam e valorizam as mulheres no setor audiovisual, por mais singelas que possam parecer, têm um poder de transformação e resistência enorme. Por meio da arte, podemos tocar em assuntos urgentes para a comunidade”, diz a curadora Emanuele Weber Mattiello.

Uma curiosidade: O nome escolhido para o Festival, Lanterna Mágica, remete à primeira sessão de projeção de imagens em movimento na Desterro de 1785, quando foi o único povoado do Brasil a receber uma projeção por meio da “lanterna mágica”, um equipamento trazido pelo navegador La Pérouse. 

O 1º Festival Lanterna Mágica de Cinema Catarinense – Mulheres Da Ilha foi criado pelo Coletivo Lanterna Mágica, formado por Fernanda Ozório, da Volo Filmes & Fotografia (idealizadora e produção geral), Emanuele Weber Mattiello e Vivian Badofszky (curadoras), Guilherme Luiz Porte (produtor) e Juliano Pfutzenreuter Nunes (direção de produção). Projeto selecionado pelo Edital Aldir Blanc 2021 e executado com recursos do Governo Federal e Lei Aldir Blanc de Emergência Cultural, por meio da Fundação Catarinense da Cultura.

1º Festival Lanterna Mágica de Cinema Catarinense – Mulheres da Ilha


Onde: Velha Guarda Choperia Artesanal – Rod. Baldicero Filomeno, 7260 – Ribeirão da Ilha, Florianópolis

Quanto: gratuito – confirme a presença pelo Sympla

O evento cumprirá todos os protocolos de segurança e comprovantes de vacinação contra Covid.

Mais informações – @coletivolanternamagica

Confira a programação completa:

12 de fevereiro

20h – Exibição e roda de conversa – Documentário “Memórias e Harmonias da Banda da Lapa”. Direção: Tati Costa e Daniel Choma (Câmara Clara). Classificação: Livre

21h30 – Pocket Show da Banda da Lapa. Classificação: Livre

13 de fevereiro

20h – Exibição e roda de conversa – Curta “Estilhaços”. Direção: Julie de Oliveira. Classificação: 16 anos

20h20 – Pré-exibição e roda de conversa – Curta “Nos habíamos amado tanto y detestado sin pudor”. Direção: Solana Llanes.  Classificação: 12 anos

20h às 22h – Fotografia lambe-lambe com Bárbara Nunes. Classificação: Livre 

19 de fevereiro

20h – Exibição e roda de conversa – Documentário “Mulheres da Terra”. Direção: Marcia Paraiso (Plural Filmes).  Classificação: Livre

21h – Roda de Choro. Classificação: Livre

20 de fevereiro

20h – Exibição e roda de conversa – Curta “Baile”. Direção: Cíntia Domit Bittar (Novelo Filmes). Classificação: Livre

21h – Esquete Contas do Mar. Classificação: Livre

20h às 22h – Exposição com artesãs do Ribeirão da Ilha. Classificação: Livre

Foto: Divulgação filme Nos habíamos amado tanto y detestado sin pudor

editor.deolhonailhahttp://www.deolhonailha.com.br
O DeOlhoNaIlha é um portal de propriedade da NacionalVOX - Agência Digital, de Florianópolis. Seu lema é "Fique por dentro de Floripa" e seu objetivo é deixar os moradores e visitantes da Ilha da Magia muito bem informados sobre tudo o que acontece na cidade e região.
spot_img