19.1 C
fpolis
terça-feira, dezembro 7, 2021
cinesytem

Secretaria da Saúde quer ofertar práticas de medicina alternativa à população

spot_imgspot_img

Secretaria da Saúde quer ofertar práticas de medicina alternativa à população

spot_img

Medida dependerá de aprovação do prefeito Dário Berger

O secretário da Saúde da capital, João Candido da Silva, recebeu hoje o projeto de implantação das normas gerais para a implantação das Práticas Integrativas e Complementares na rede municipal de saúde. A idéia é colocar a disposição dos usuários do Sistema Único de Saúde elementos da chamada medicina alternativa, como a acupuntura e a fito terapia, entre outras. O documento prevê ainda a capacitação de profissionais para atuar com estas práticas.

Outra proposta aprovada na reunião desta quarta-feira foi a necessidade deste projeto contar com o apoio inter-setorial dos demais órgãos da Prefeitura da capital. Entre as ações previstas estão a criação de Farmácias Vivas a partir da utilização de plantas cultivadas em hortas comunitárias ou em escolas, com orientação de profissionais de Agricultura.

Também ficou acertado o encaminhamento de um projeto para a construção de um Centro de Referencia nesta área. No local, além de uma farmácia homeopática, haveria espaço adequado para práticas de acupuntura e reike entre outras. “Todas estas propostas vem sendo debatidas pelos profissionais da rede municipal que tem alguma ligação com esta área”, afirmou a farmacêutica Melissa Costa Santos, uma das integrantes da equipe que formulou o projeto. O grupo conta ainda com mais dez profissionais.

spot_img
spot_img