17.2 C
fpolis
terça-feira, maio 17, 2022
Cinesystem Villa Romana Shopping

Tomboy e L’Apollonide estreiam no Paradigma Cine Arte

spot_img

Tomboy e L’Apollonide estreiam no Paradigma Cine Arte

spot_imgspot_img

Longas levam assuntos polêmicos ao cinema

Como qualquer criança de sua idade, Mickäel aproveita as férias de verão para brincar, jogar futebol, ir à praia e até mesmo paquerar uma das meninas da turma. Comportamento normal de um garoto em recesso escolar, se na realidade Mickäel não fosse uma menina, Laure. Com abordagem original e atuação sensacional da pequena protagonista Zoé Héran, o drama francês Tomboy, que estreia nessa sexta-feira no Paradigma Cine Arte, consegue tratar com leveza a temática de gênero sexual.

A menina interpreta Laure, uma garota de 10 anos que se muda com os pais (Mathieu Demy e Sophie Cattani) e a irmã caçula (a adorável Malonn Lévana) para um subúrbio de Paris. É verão, e Laure só veste bermudão e regata. De cabelos curtinhos, acaba confundida pela vizinha Lisa (Jeanne Disson) com um menino. Apresenta-se, então, como Mickäel e, a partir daí, decide assumir a farsa para ela e os demais amiguinhos. Entre o humor e o drama, a diretora e roteirista francesa Céline Sciamma traz à tona conflitos triviais familiares. Com bom-senso e sinceridade, o longa joga em cima de sua estrela mirim as confusões de uma infância marcada por uma crível crise de identidade sexual sem saber ao certo aonde isso vai dar. Não foi à toa que Céline Sciamma saiu do Festival de Berlim do ano passado com o prêmio Teddy, destinado às produções de temática homossexual.

Também com gênero dramático, L`Apollonide – Os Amores da Casa de Tolerância remete ao que há de sombrio no ser humano. O filme abre ao espectador as portas de um mítico casarão fechado, “teatro de todos os fantasmas”, onde mora uma dúzia de prostitutas, entre elas “a mulher que sempre ri”, ferida por um cliente perverso que deixou em seu rosto duas terríveis cicatrizes que prolongam seus lábios. Oscilando entre a reconstrução estética desse mundo decadente e sua crítica implícita, o filme narra a história do bordel L`Apollonide, que no início do século 20 vive seus últimos dias.

O Paradigma Cine Arte permanece uma alternativa aos blockbusters exibidos nos grandes cinemas espalhados pelos shoppings de Florianópolis. Com uma programação diferenciada, está localizado na SC-401, no Corporate Park, com horários de segunda à segunda. Os ingressos custam R$ 14,00, e R$ 7,00 a meia-entrada.

O quê: Exibição dos filmes Tomboy e L`Apollonide no Paradigma Cine Arte
Quando: 27 à 29 de janeiro para Tomboy, às 15h e às 19h40 e de 30 de janeiro à 2 de fevereiro, às 19h; de 27 à 29 de janeiro para L`Apollonide, às 17h10 e 21h30 e de 30 de janeiro à 2 de fevereiro, às 21h
Onde: Rodovia José Carlos Daux (SC 401) n° 8600, Sala 2, Bloco 8
Centro Empresarial Corporate Park
Ingressos: R$14,00 inteira, R$7,00 meia-entrada (para estudantes, adultos acima de 60 de anos e sócios do Clube do Assinante DC)
Site: www.paradigmacinearte.com.br
Facebook e Orkut: Paradigma Cine Arte
Twitter: @paradigmacine
Mais informações: (48) 3239.7777 e contato@paradigmacinearte.com.br

spot_img