16.3 C
fpolis
segunda-feira, outubro 18, 2021
cinesytem

Três vereadores prestam depoimento nesta segunda-feira à Comissão de Ética da Câmara

spot_img

Três vereadores prestam depoimento nesta segunda-feira à Comissão de Ética da Câmara

spot_img

Nesta segunda-feira, 6, o Conselho de Ética da Câmara de Vereadores de Florianópolis tomará mais depoimentos de pessoas envolvidas na Operação Ave de Rapina, da Polícia Federal, que em 2014 desbaratou um suposto esquema de corrupção que envolveria membros do Legislativo e do Executivo municipais.

A partir das 9h, a oitiva será com o engenheiro Lírio José Legnani, do Instituto de Planejamento Urbano de Florianópolis (IPUF). Na sequência, às 10h, será a vez do vereador Edmilson Pereira Junior (PSB) prestar depoimento.

Às 11h, a oitiva será com o vereador Celso Sandrini (PMDB), no papel de testemunha do ex-presidente da Casa, vereador afastado Cesar Faria, apontado pela Polícia Federal como mandante no esquema de fraudes em licitações. Às 13h30, Afrânio Boppré (PSOL) dará seu depoimento.

Cesar Faria

O Conselho de Ética ouviu Cesar Faria no dia 28 de junho. Entre 2011 e dezembro de 2014, a empresa Kopp era a responsável pelo sistema de fiscalização eletrônica. Cesar Faria afirmou que, na época do processo licitatório para a contratação da referida empresa, em 2011, ele era vereador de oposição e não tinha nenhuma influência na tomada de decisões do Executivo.

“Naquele ano votamos várias vezes contra o prefeito Dário Berger, inclusive a Lei de Diretrizes Orçamentárias e a Lei Orçamentária Anual, o que mostra que nós éramos de oposição e não tínhamos participação na Prefeitura. Além disso, a decisão final sobre a vencedora da licitação para operar o sistema de radares foi feita por meio da justiça. Que influência um vereador vai ter sobre o judiciário?”, destacou o depoente.

spot_img
spot_img