21.2 C
fpolis
sábado, outubro 23, 2021
cinesytem

Foco na capacitação de jovens profissionais será meta da ACATE à frente do polo de games catarinense

spot_img

Foco na capacitação de jovens profissionais será meta da ACATE à frente do polo de games catarinense

spot_img

Cerimônia para oficializar a assinatura do convênio entre a Associação e o Governo do Estado de Santa Catarina ocorreu nesta quarta-feira. Cursos de capacitação estão previstos para serem realizados ao longo de 2011 junto às instituições parceiras do polo

Um dos pontos enfatizados durante a cerimônia de assinatura do convênio entre a Associação Catarinense de Empresas de Tecnologia (ACATE) e o Governo do Estado de Santa Catarina, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável, foi a importância da capacitação dos jovens que tenham interesse em trabalhar no mercado de entretenimento e games à nível estadual. Em 2010 o setor gerou em Santa Catarina mais de 10 milhões de reais em faturamento, colocando-o como um dos segmentos promissores tanto para a geração de emprego quanto para impulsionar a economia local.

A partir deste mês a ACATE passa a administrar o SC Games – polo catarinense de empresas de games, mobile e entretenimento digital -, anteriormente administrado pelo Governo do Estado. Realizado quarta-feira, dia 15 de dezembro, o evento reuniu diversas autoridades do Governo do Estado, da Fundação de Apoio à Pesquisa Científica e Tecnológica do Estado de Santa Catarina (FAPESC), a Secretaria Municipal de Educação de Florianópolis, o Centro de Informática e Automação de Santa Catarina (CIASC) e a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), entidades parceiras da iniciativa.

Entre as metas a serem atingidas pela Associação à frente do polo está a promoção do espírito empreendedor entre os jovens profissionais. “Precisamos de pessoas, de talentos que pensem de forma inovadora. O objetivo da ACATE junto ao polo de games é auxiliar ainda mais nesse sentindo, trabalhando para criar mais empresas de games e entretenimento no estado. É preciso que haja a inclusão de novos empreendedores nesta indústria do conhecimento”, afirmou o presidente da ACATE Rui Luiz Gonçalves.

Na oportunidade, foi realizada a formatura dos alunos participantes do projeto Novos Talentos, desenvolvido a partir da parceria de empresas ligadas ao entretenimento digital, por meio do Programa SC Games. “O projeto supre a carência de profissionais capacitados. Os jovens participantes do Novos Talentos poderão se tornar os empreendedores do futuro que precisamos para ajudar o setor de Games de Santa Catarina a ser um dos mais fortes do Brasil”, ressaltou o diretor presidente do CIASC Plínio Bueno Neto.

Parceria com a incubadora MIDI Tecnológico

O polo passará a ser uma extensão da incubadora MIDI Tecnológico, administrada pela ACATE e mantida pelo SEBRAE-SC, auxiliando novos empreendimentos com atuação no segmento de jogos eletrônicos, entretenimento, aplicativos móveis e animação. Empresas interessadas em aderir ao polo já podem entrar em contato com o MIDI Tecnológico (www.miditecnologico.com.br) e participar do processo seletivo. Além do processo de incubação, o espaço funcionará na forma de condomínio para empresas do segmento.

Também estão previstos cursos de capacitação a serem realizados no espaço e instituições parcerias. A Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina (IF-SC), SENAC e SENAI são apoiadores da iniciativa.

Sobre o SC Games e Novos Talentos

O programa busca promover empresas do ramo do entretenimento digital, incluindo as áreas de games, entretenimento e animação desenvolvidos para celulares e computadores. A fim de gerar mão de obra qualificada para atuar no setor, foi criado o Projeto Novos Talentos, que proporciona o treinamento para a qualificação na área de entretenimento digital aos jovens estudantes das escolas da rede estadual de ensino.

Dentro da grade de ensino do projeto ocorre uma série de aulas de informática, promovendo a inclusão digital. Após a qualificação, os jovens são manejados para atuar junto às empresas ligadas ao setor degames. Neste sentido, o programa atua como promotor da inserção desses jovens no mercado de trabalho. As empresas Hoplon e PalmSoft, ambas associadas a ACATE, e a VHSoluções (Módulo) foram as patrocinadoras do projeto durante 2010, contando com a gestão do Instituto Gene.

Mais informações podem ser obtidas pelo site www.scgames.com.br

spot_img
spot_img