18.6 C
fpolis
sábado, setembro 18, 2021
cinesytem

Instituto Ekko Brasil realiza ação de educação ambiental no Dia Mundial da Água

spot_img

Instituto Ekko Brasil realiza ação de educação ambiental no Dia Mundial da Água

Nesta terça (23/03), comemora-se o Dia Mundial da Água, uma data importante para a reflexão sobre o meio ambiente e um dos principais recursos para a manutenção da vida no planeta. Para marcar a passagem da data, o Instituto Ekko Brasil, que desenvolve o Projeto Lontra, estará realizando uma ação de educação ambiental na sua base dos estudos, localizado na Lagoa do Peri, em Florianópolis (SV). Voltado para alunos do ensino fundamental da comunidade, o evento tem como objetivo principal a conscientização da importância da preservação dos mananciais de água, especialmente da Lagoa do Peri, um dos principais ecossistemas da Ilha de Santa Catarina.

O Projeto Lontra é uma iniciativa do Instituto Ekko Brasil e que tem como principal objetivo o estudo e a preservação da lontra, animal ameaçado de extinção e que tem a Ilha de Santa Catarina como um dos seus habitats. Além disso, o instituto é credenciado pelo Ibama para receber animais da espécie apreendidos pelos órgãos ambientais para tratamento e recuperação.

Iniciado há aproximadamente 25 anos, a partir das pesquisas de Oldemar Carvalho Júnior, o Projeto Lontra é hoje referência em todo o país quando se trata deste animal da família dos mustelídeos. Desde então inúmeros trabalhos científicos foram produzidos e as ações de preservação e educação ambiental contribuíram significativamente para a preservação da lontra e também de ecossistemas como o da Lagoa do Peri.

Atualmente encontram-se em cativeiro seis lontras, todas apreendidas e que chegaram, muitas vezes, debilitados por maus tratos. Além das lontras também estão em recuperação uma família de coati – pai mãe e quatro filhotes – uma irara e um espécime de mão-pelada. Para o trato com os animais, o Instituto conta com 10 colaboradores fixos, entre veterinários, biólogos e outros profissionais, bem como ecovoluntários. Desde o início da ONG, já passaram pelo local mais de três mil ecovoluntários, principalmente estudantes, que vêm de diferentes partes do país.

Na sede do instituto é mantido um Centro de Visitação e Educação Ambiental, aberto às escolas de Florianópolis. A maioria dos visitantes são estudantes, que recebem orientações multidisciplinares visando não só a conservação da lontra, mas de todo o meio ambiente.

spot_img
spot_img

Leia mais