19.1 C
fpolis
segunda-feira, setembro 27, 2021
cinesytem

Baixa adesão à vacinação contra a gripe alerta para a importância da imunização em locais de baixas temperaturas

spot_img

Baixa adesão à vacinação contra a gripe alerta para a importância da imunização em locais de baixas temperaturas

spot_img

No estado de Santa Catarina, a adesão média dos primeiros grupos prioritários foi de apenas 43%

 

 A temporada 2021 da gripe e a chegada do inverno exigem atenção especial para a vacinação das crianças, principalmente para as famílias que moram em regiões que registram baixas temperaturas. Entretanto, a cobertura vacinal da influenza no Brasil, até o momento, segue abaixo da meta nacional. No estado de Santa Catarina, a adesão média dos primeiros grupos prioritários foi de apenas 43%. Na primeira fase, a busca dos catarinenses pela vacina contra a gripe teve uma procura ainda menor: 16,1%. Já para as crianças, a taxa representa preocupantes 62,5%1 e reflete um risco para toda a família, uma vez que esse público transmite o vírus da gripe por mais tempo que os adultos, período que pode durar até dez dias após o início dos sintomas2 . Próxima do fim, a Campanha Nacional de Imunização contra gripe, está longe de atingir a meta que é de 90%.4

 

“A temporada da gripe está em curso, temos a vacina e, por isso, as pessoas, em especial pais, mães e cuidadores, devem estar atentos à vacinação de seus filhos, principalmente em regiões acometidas por baixas temperaturas. A imunização contra a influenza é um mecanismo de proteção essencial para a saúde infantil, ainda mais num momento de pandemia, que esse grupo ainda não está elegível à vacina contra a COVID-19. Utilizar as vacinas disponíveis são essenciais para evitar complicações respiratórias”, destaca Sonia de Faria, médica pediatra da Universidade Federal de Santa Catarina.

 

Estudos mostram que famílias compostas por crianças em idade escolar são mais acometidas pela influenza.2 A imunização desse grupo em específico tem um papel importante na proteção de outras faixas etárias, por isso, a ampla cobertura vacinal contra a gripe nessa população infantil beneficia toda a comunidade3. 

 

Histórico de queda da cobertura vacinal no Brasil

 

Dados do Programa Nacional de Imunização (PNI) mostram que 73,97% das crianças e gestantes brasileiras foram imunizadas contra a gripe em 20204, resultado abaixo da meta de vacinação preconizada pelo Ministério da Saúde (90%)4. A queda no índice de imunização não é restrita à influenza: nos últimos anos, o Brasil não atingiu nenhuma de suas metas de vacinação infantil, por exemplo, o que traz um alerta para o risco de retorno e aumento de casos de outras doenças graves, como a poliomielite e meningite meningocócica4. 

 

Sobre a Sanofi

 

A Sanofi se dedica a apoiar as pessoas ao longo de seus desafios de saúde. Somos uma companhia biofarmacêutica global com foco em saúde humana. Prevenimos doenças por meio de nossas vacinas e proporcionamos tratamentos inovadores para combater a dor e aliviar o sofrimento. Nós estamos ao lado dos poucos que convivem com doenças raras e dos milhões que lidam com doenças crônicas. Com mais de 100 mil pessoas em 100 países, a Sanofi está transformando inovação científica em soluções de cuidados com a saúde em todo o mundo.

 

Sobre a Sanofi Pasteur 

 

Como parceiros da jornada de saúde, nós da Sanofi temos orgulho de que nossas vacinas possam ajudar a nos proteger e a proteger as pessoas que amamos de uma ampla gama de doenças infecciosas graves, em todas as fases da vida. A Sanofi Pasteur, nossa unidade de negócios global de vacinas, faz parcerias com as comunidades de saúde pública, médica e científica para melhorar o acesso às vacinas que protegem a vida e aumentar a cobertura vacinal, enquanto se esforça para desenvolver novas e melhores vacinas para melhorar a saúde e o bem-estar de todos. Acreditamos em um mundo onde ninguém sofra ou morra por doenças preveníveis por vacinas.

spot_img
spot_img

Leia mais