14.7 C
fpolis
segunda-feira, outubro 18, 2021
cinesytem

Oficina de produção de documentários tem inscrições abertas em Florianópolis

spot_img

Oficina de produção de documentários tem inscrições abertas em Florianópolis

spot_img

O Departamento Artístico Cultural (DAC) da UFSC está com inscrições abertas para a “Oficina de Formação do Olhar para a Realização de Documentários”, ministrada pelas produtoras e diretoras Renata Freire e Rosana Cacciatore. As inscrições são gratuitas e devem ser feitas na Secretaria do DAC, até a sexta-feira, 22/07, das 9h às 18h. A oficina acontece de 25 a 29 de julho de 2011, das 19h às 22h, no Teatro da UFSC, ao lado da Igrejinha. As vagas são limitadas.

A oficina de Documentário

Por meio da análise de obras de diferentes cinematografias, de reflexões teóricas e exercícios práticos, a oficina tem como objetivo estimular o olhar do aluno para a leitura e realização de imagens cinematográficas documentais, dando a ele uma base de conhecimento sobre o desenvolvimento do documentário na história do cinema e preparando-o para produção de imagens.

Conteúdo Programático

Módulo 1 – Breve introdução sobre a História do Cinema Documental

Este módulo deverá apresentar um panorama básico da história do cinema documental através da análise de obras como Nanook of the North (1922) de Robert Flaherty, Homem da Câmara de filmar (1929) de Dziga Vertov, O triunfo da Vontade (1935) de Leni Rifensthal, The Spanish Earth (1937) de Joris Ivens, Nuit et Bruillard (1955 ) de Alain Resnais, Primary (1960) de Bob Drew, Chronique d’un Êté (1961) de Jean Rouch e Edgar Morin, La Jetée de Chris Marker, “Simparelé” de Humberto Solas, “Glass” Bert Haanstra e “Crônica de uma desgraça”, de Miguel Torres

Módulo 2 – Tendências do Documentário Contemporâneo

Neste módulo será colocado àdisposição do aluno um conjunto de diferentes cinematografias e abordagens do documentário na atualidade, através de obras de autores como Viktor Kossakovsky (russo), Eduardo Coutinho (brasileiro) “Cabra marcado para Morrer (1984), “ A Boca de Lixo”(1992).

Módulo 3 – Desenvolvimento de projeto

O conteúdo programático deste módulo é constituído pelas etapas fundamentais da concepção de um documentário, noções de argumento, produção e realização, possibilitando ao aluno empreender um projeto documental, aplicando as especificidades desta prática.

Sobre as ministrantes

Renata Freire

Graduada em Comunicação Social, Renata Freire atua como produtora e diretora de documentários, além de dirigir a produtora Criarte Comunicação de Cultura.

Em seu inicio de carreira foi responsável pela produção do Cinejornal Canal Brasil (jornal que informa os acontecimentos no cinema nacional) em São Paulo. Logo em seguida se tornou produtora do programa “Cantos Gerais – José Roberto Torero”, e simultaneamente fez assistência de produção no programa “É Tudo Verdade” (programa de documentário com a apresentação do crítico de cinema Amir Labaki). Em 2007 abriu a produtora cultural Criarte Comunicação e Cultura, que em maio do mesmo ano desenvolveu o projeto “Nóis nos Clips”, patrocinado pelo edital VAI – Programa Para a Valorização de Iniciativas Culturais da Prefeitura de São Paulo.

No final de 2008, a produtora participou da 20ªMostra de Audiovisual no Museu da Imagem e do Som (MIS) com a instalação denominada “Olhar Tátil”. Criada pelo designer de moda Geraldo Lima, a instalação mostra o diálogo entre o cinema e a moda. Em fevereiro de 2011, foi aperfeiçoar a linguagem documental com renomado diretor Rolando Almirante na “Escuela Internacional de Cine y Televisión (EICTV)”, em Cuba. E no final deste mês estreia no Canal Brasil sua ultima produção documental “Retratos Brasileiros – Millor Fernandes”.

Rosana Cacciatore

Mestre em Teoria Literária com pesquisa em cinema, Rosana Cacciatore é diretora e produtora cinematográfica. Rosana também é professora de Comunicação e atua como instrutora em oficinas de produção e imagem.

Cursou disciplinas na Universitéde Paris VIII na área de cinema e fotografia. Atua profissionalmente no âmbito da academia e do mercado de trabalho. Como professora ministrou disciplinas e orientou projetos nos cursos de cinema, publicidade e jornalismo na Universidade do Sul de Santa Catarina por 10 anos. Entre as disciplinas ministradas estão argumento e roteiro, criação publicitária e teorias da imagem. Realiza atualmente oficinas de criação e produção de imagem para instituições culturais. Como profissional tem 25 anos de experiência, registrada no Ministério do Trabalho como diretora e produtora cinematográfica, realizou trabalhos de roteiro e direção de audiovisuais para publicidade, programas televisivos e artísticos no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina. Como fotógrafa realizou trabalhos para Folha de São Paulo e outros jornais e publicações. Foi coordenadora de comunicação institucional no Diário Catarinense e Assessora de Comunicação da Fundação Franklin Cascaes. Atua nas Oficinas de Arte do Departamento Artístico Cultural (DAC) da UFSC como instrutora de fotografia.

Oficinas de Arte do DAC

A Oficina de Documentário faz parte do projeto de Cursos e Oficinas Livres de Arte do Departamento Artístico Cultural da UFSC, que tradicionalmente oferece oficinas abertas a toda comunidade nas mais diversas áreas como arte educação, artes visuais, cinema, música e teatro.

As informações sobre as demais oficinas a serem realizadas no início do segundo semestre de 2011 serão divulgadas oportunamente no site do DAC: www.dac.ufsc.br e da UFSC: www.ufsc.br

O Departamento Artístico Cultural (DAC), faz parte da Secretaria de Cultura e Arte (SeCArte), da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

SERVIÇO:

O QUÊ: Inscrições para a Oficina de Formação do Olhar para a Realização de Documentários

QUANDO: De 19 a 22 de julho, de terça a sexta-feira, das 9h às 18h.

ONDE: no DAC – Departamento Artístico Cultural (Igrejinha da UFSC), Praça Santos Dumont, 117, Trindade, Florianópolis

QUANTO: inscrições gratuitas

INFORMAÇÕES: (48) 3721-9348 e 3721-9447 – www.dac.ufsc.br e

spot_img
spot_img