18.2 C
fpolis
quinta-feira, agosto 11, 2022
Cinesystem Villa Romana Shopping

Pesquisa para mapear carreiras do setor tecnológico em Santa Catarina continua

spot_imgspot_img

Pesquisa para mapear carreiras do setor tecnológico em Santa Catarina continua

spot_imgspot_img

Objetivo é traçar perfil do profissional que atua no setor em Santa Catarina. Empresas interessadas em participar já podem responder a pesquisa pelo site da Associação Catarinense de Empresas de Tecnologia (ACATE)

Todas as empresas ligadas ao setor de tecnologia da informação e comunicação catarinense já podem participar do “Mapeamento de Recursos Humanos em TIC de Santa Catarina”. O objetivo é mapear as carreiras, habilidades e competências hoje existentes entre os profissionais que atuam no setor tecnológico do Estado. Serão identificados os números de profissionais empregados, a demanda reprimida do setor, o perfil e a qualificação técnica dos profissionais buscados pelas empresas, quantos empregos serão gerados no futuro entre outras informações.

Com base nos dados captados pela pesquisa, ações coordenadas de formação profissional serão incentivadas. “Queremos gerar oportunidades de inclusão social e buscar reduzir a atual carência por profissionais qualificados, hoje considerada um grande obstáculo ao desenvolvimento do nosso setor”, explica Moacir Antônio Marafon, vice-presidente da ACATE e coordenador das ações de capacitação.

Participaram da primeira etapa da pesquisa, lançada no final de julho, 21 empresas associadas à ACATE. Todas as empresas catarinenses do setor de TIC interessadas na pesquisa também podem participar. Basta acessar o site da ACATE (www.acate.com.br), clicando no banner superior, ou acessar a pesquisa diretamente pelo site http://rhtic.acate.com.br/maparh/. Para iniciar a pesquisa, será necessário informar o CNPJ da empresa e criar uma senha de acesso. Dúvidas podem ser encaminhadas para o e-mail mapeamento@acate.com.br ou pelos telefones: 48 2107 2726 ou 2107 2705.

A ação é uma iniciativa da Associação Catarinense de Empresas de Tecnologia (ACATE) e da Prefeitura de Florianópolis, por meio da Secretaria Municipal de Ciência, Tecnologia e Desenvolvimento Econômico Sustentável (SMCTDES).

spot_img

Leia mais